Resenha #578: Ligeiramente Pecaminosos - Mary Balogh (Arqueiro)

Título: Ligeiramente Pecaminosos
Título Original: Slighty Sinful
Autor: Mary Balogh
Série: Bedwyns #5
Páginas: 272
Ano: 2016
Editora: Arqueiro
Sinopse: Em meio à Batalha de Waterloo, lorde Alleyne Bedwyn é ferido e dado como morto pela família. Ao acordar, ele se vê no quarto de um bordel sem lembrar quem é ou como foi parar ali. Sua única certeza é que deseja conquistar o coração do anjo que cuida dele todo dia.
Contudo, assim como ele, Rachel York não é quem parece. Depois de enfrentar uma situação difícil, que a levou a viver numa casa de pecados, agora a bela e inteligente jovem precisa recuperar seu dinheiro e as economias das amigas prostitutas, roubados por um falso clérigo. E o belo soldado de quem vem cuidando parece perfeito para se passar por seu marido e ajudá-la em seus planos.
Porém, apesar de ter perdido a memória, Alleyne não perdeu nada de sua sedução. De volta a Londres, os dois se envolvem em um escândalo pecaminoso e, a cada beijo, esquecem que seu relacionamento é apenas uma farsa e ficam mais perto de se entregar à paixão.
Neste quinto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh apresenta um romance repleto de humor, com personagens carismáticos que o leitor não conseguirá abandonar ao fim da história.


Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe
Essa resenha é livre de spoilers

Depois daquele balde de água fria que foi Ligeiramente Seduzidos, eu tinha esperança de não me decepcionar com Ligeiramente Pecaminosos e foi isso que aconteceu.

Conhecemos um pouco de Alleyne dos livros anteriores. Sabemos que o segundo mais novo dos Bedwyns é descontraído e divertido, e aqui conhecemos um lado gentil e mais humilde do aristocrata. Com a perda de memória, Alleyne se sente mais vulnerável e inseguro em relação à verdadeira pessoa que é.

Rachel é uma moça também gentil e bondosa. Por isso, mesmo depois de enganada por um golpista e uma grande culpa tomando sua consciência por ele também ter levado o dinheiro de suas amigas, ela não hesita em ajudar Alleyne quando o encontra quase morto depois da batalha de Waterloo. Rachel é uma mulher íntegra e está determinada a fazer de tudo para achar o salafrário e recuperar o que ele roubou.

A história aqui praticamente se inicia de uma cena vista já em Ligeiramente Seduzidos. Inclusive, quando a li no outro livro, logo desconfiei. Gostei de como a Mary fez a ligação entre os dois livros e como o fato de Alleyne ter se perdido no meio de tantos feridos da Batalha fez a família achar que ele estava morto.


Alleyne e Rachel foram um casal beeeeeeeem melhor que Morgan e Gervase. Sim, nasce uma amizade entre os durante o tempo que Rachel estava cuidando dele, mas também houve uma certa atração entre os dois. Infelizmente por conta da falta de memória de Alleyne, ambos tentam resistir ao máximo essa atração, mas já sabemos o que realmente acontece, ne nom...

Porém, quem roubou a cena aqui foram os personagens secundários. Bridget, Geraldine, Flossie e Phyllis são prostitutas que também foram vítimas do mesmo golpe de Rachel, mas nem por isso perderam a personalidade alto astral. Junto com Alleyne, elas também acolhe um sargento que ficou cego de um olho. Só sei que esse grupo é responsável por diálogos divertidos, o que deu um ar menos melancólico na história. Confesso que queria um spin off com essas mulheres.

Eu esperava que a volta da memória de Alleyne ocorre lá pela metade do livro, mas ela se perdura até os capítulos finais. Entretanto, nem por isso deixa de ser um reencontro emocionante entre o lorde e sua família. Além do mais, é perceptível um certo amadurecimento em Alleyne depois dessa experiência, mas sem perder seu ar brincalhão. Rachel foi uma personagem constante, apesar de ter que enfrentar alguns esqueletos no armário da família e deixar a amargura para trás.

Terminei esse livro já no clima de despedida e partindo logo para Ligeiramente Perigosos, do CEO frio e calculista ducado edition Wulfric Bedywn.

Resenhas anteriores
Livro 1 - Ligeiramente Casados (Slightly Married)
Livro 2 - Ligeiramente Maliciosos (Slightly Wicked)
Livro 3 - Ligeiramente Escandalosos (Slightly Scandalous)
Livro 4 - Ligeiramente Seduzidos (Slightly Tempted)

10 Comentários

  1. Amei a resenha. Essa série parece muito boa, eu amo as capas deles, mesmo não tendo lido.
    Adorei que o casal demora um pouquinho mais para acontecer.
    beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii, eu gostei da sua resenha sobre esse livro, despertou-me o interesse em sabe mais sobre os livros da autora.
    Beijos!
    https://perdidanosrabiscos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Uau!!!
    Parece que foi uma despedida emocionante desse livro, gostei da história além de ter ficado curiosa para conhecer as histórias dos dois casais nos livros.
    Vou procurar a série de livros.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu,

    Eu ainda não li essa série, mas é uma das próximas que pretendo pegar do gênero.
    Que bom que esse livro foi melhor que o anterior.
    Sinto que vou curtir esses livros da Mary.

    Bjs
    https://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Tô adorando visitar e ler seus conteúdos, são sempre os melhores!


    Meu Blog: Bruna Soares

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu! Tudo bom?
    Mary é uma das autoras queridinhas de romance de época que eu ainda não consegui ler, mas pretendo. Adorei saber que os secundários existem pra mais que a trama principal e que se destacam assim, gosto de ter o coração roubado por coadjuvantes <3

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, Luiza.
    Eu gostei bastante desse livro. E uma coisa que chamou minha atenção foi a primeira vez deles que foi horrível. Até então só tinha lido cenas de primeira vez perfeitas e achei interessante a autora mudar isso.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu, tudo bem?

    Gostei bastante desse livro, justamente por que a Mary conseguiu fugir bastante de alguns clichês. Realmente dá uma certa agonia o Alleyne não recuperar a memória logo.

    Os personagens secundários são maravilhosos mesmo! Lendo suas resenhas dos livros da série, está me deixando com saudades das histórias.

    Beijos;*
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Conheço essa série só de nome (e acho bem chamativos), mas não sabia muito a fundo do que se tratava e fiquei curiosa de como se desenrola o plot da perda de memória.

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lu eu adorei o livro, embora não seja o meu preferido da série. E gostei das personagens prostitutas também, ela roubam a cena.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)