Resenha #619: A Sky Beyond The Storm - Sabaa Tahir (Razorbil)

Título: A Sky Beyond the Storm
Título Original: ---
Autor: Sabaa Tahir
Série: An Ember in the Ashes #4
Páginas: 527
Ano: 2020
Editora: Razorbill
Sinopse*: Os gênios há muito presos estão no ataque, causando estragos sangrentos em vilas e cidades. Mas para o Portador da Noite, a vingança contra seus inimigos humanos é apenas o começo.
Ao seu lado, a Comandante Keris Veturia se declara Imperatriz e chama as cabeças de todos que desafiarem seu governo. No topo da lista? A Águia de Sangue e sua família restante.
Laia da Serra, agora aliada da Águia de Sangue, luta para se recuperar da perda das duas pessoas mais importantes para ela. Determinada a parar o apocalipse que se aproxima, ela se joga na destruição do Portador da Noite. No processo, ela desperta um poder ancestral que poderia levá-la à vitória - ou a um destino inimaginável.
E nas profundezas do Lugar de Espera, o Apanhador de Almas busca apenas esquecer a vida - e o amor - que ele deixou para trás. No entanto, fazer isso significa ignorar a trilha de assassinato deixada pelo Portador da Noite e seus gênios. Para manter seu juramento e proteger o mundo humano do sobrenatural, o Apanhador de Sonhos deve olhar além das fronteiras de sua própria terra. Ele deve assumir uma missão que pode salvar - ou destruir - tudo o que ele sabe.

ATENÇÃO! Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, pode conter spoiler

Emifal firdaant. Que a morte me reivindique primeiro.*

A Sky Beyond the Storm é o final da aclamada série Uma Chama Entre as Cinzas. Confesso que estava com medo do que a Sabaa traria aqu. Terminei esse livro destroçada e com certeza foi o melhor final de série que li esse ano.

Mantendo o ritmo eletrizante dos outros livros, aqui é ação e tensão do início ao fim. A narração em primeira pessoa feita pelos personagens faz com que tudo seja mil vezes mais emocionantes. As cenas de luta e ação, os momentos de desespero e tensão... Com uma escrita fluída e um tanto angustiante, Sabaa consegue te envolver de uma forma que você não consegue parar de ler até que realmente chegue ao final.



Com certeza a pessoa com o maior desenvolvimento aqui foi Laia de Serra. Se comparado com a moça medrosa e covarde do início da série, Laia é outra pessoa. A coitada passou por poucas e boas, sofreu perdas irreparáveis, decepções, traições, mas nem por isso deixou de lutar contra o Nightbringer e defender seu povo. Aqui, ela é o símbolo de resistência, é ela que inspira todos a lutar e seguir em frente.

“Eu o desafiei e sobrevivi a ele repetidas vezes. Ele tentou me machucar. Mas não vou permitir que me machuque. Ele tentou me quebrar, mas eu não serei comandado por um homem com tanto medo de lutar contra os gênios que ele deve criticar uma mulher para se sentir maior.”*

Mesmo no seu melhor estado de Elsa crossfiteira, Elias ainda sente a influência do mundo fora do Lugar de Espera. O ex-Máscara sempre foi um personagem bastante constante em seu pensamento e opiniões. Já em relação a sentimentos, principalmente no tocante a Laia, ele crê que quanto mais afastar as pessoas que se importa, melhor para elas. Pois bem... mesmo assim, ele se vê envolvido e lutando ao lado delas.

“Quanta dor existe no mundo porque não podemos superar o que nos foi feito, porque insistimos em infligir dor de volta?”*

Aparentemente Helene colocou o tico e teco para funcionar, depois das burradas que fez em Um Assassino nos Portões. A Águia de Sangue está mais que determinada a derrotar o filho de cruz credo da Comandante e libertar o Império das suas garras. Agora ela tem muito mais em jogo do que sua própria vida e o Império, e isso lhe dar forças para ir até o fim, de preferência metendo faca na Keris no meio do caminho.

“Você está quebrada. Mas são as coisas quebradas que são mais afiadas. A mais mortal. São coisas quebradas que são as mais inesperadas e as mais subestimadas ”*

Nesse livro, Sabaa inseriu alguns capítulos narrados pelo Nightbringer. No início deles, temos relatos do seu passado e mais dos motivos de como ele veio se tornar esse ser cheio de ódio e vingança. Também temos um pouco do passado da Comandante. Em ambos os casos, tenho certeza que a Sabaa inseriu para que você compreendesse suas motivações.

Claramente por sendo o último livro da série, é de se esperar que ocorram mortes. E como ocorrem. Vibrei com algumas, mas com outras eu fiquei desolada e sofri como se fossem parentes meus. Mas uma guerra é assim: sempre há mortes em ambos os lados. Há também mais revelações, surpresas e plot twists que você eu só pude apenas surtar horrores.

Em relação ao romance, eu fiquei angustiada demais e com medo do futuro dos meus personagens. Laia e Elias eram uma promessa desde o início e, apesar de ter comentado sobre o fato de não vermos tanto eles juntos, aqui Sabaa me recompensou. O amor entre eles, desde o início, foi seguido de incertezas e empecilhos, ao mesmo tempo que era um sentimento verdadeiro e profundo. Mas com a história de vida deles, não se pode ter 100% de certeza de um final feliz para ambos.

“Eu gostaria de poder viver mil vidas para poder me apaixonar por você mil vezes”*

O livro é dividido em seis partes, e as últimas são de tirar o fôlego. O medo do futuro dos personagens e o que a autora iria fazer era real. Mas em Sabaa eu confiei muito em me dar uma conclusão decente para toda essa história e assim ela o fez. Terminei esse livro super obliterada, dando cinco estrelas e super favoritado na vida.

Com certeza a decisão de ler toda a série de uma vez foi o que fez essa jornada mais emocionante e eletrizante. Sabaa Tahir entrou no rol de autoras que sempre irei conferir os seus trabalhos e A Sky Beyond the Storm foi uma das melhores conclusões que já li na minha vida inteirinha.

“Você sofreu. Você criou sofrimento. Você matou. Mas você também pagou. Com sua vida, duas vezes agora, e com seu coração, com sua mente. Você guiou milhares de almas perdidas. Você salvou milhares de vidas. Você fez bem neste mundo. Qual vai definir você? O bom? Ou o sofrimento? "*


Resenhas anteriores
Livro 1 - An Ember in the Ashes
Livro 2 - A Torch Against the Night


*Sinopse e quotes traduzidos por mim

4 Comentários

  1. Não sei se estou preparada pra me despedir dessa série que mal comecei kkk. Ainda irei ler o vol 2, mas sinto a tensão que será quando estiver perto de terminar.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  2. Série aclamadíssima mesmo!! E que bom que o final foi de tirar o fôlego, nada como uma nova autora pra admirar!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi Lu, tudo bem?

    Estou bem curiosa para ler essa série, tanto pelas resenhas positivas que sempre leio como também pela temática da história que me chamou bastante a atenção.

    Os três livros já lançados por aqui estão na minha lista!


    Beijos e um ótimo final de semana;*
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  4. Eu não conheço esses livros, mas pela tua resenha... Acho que estarão nos meus desejados de 2021... Ah, amei a Elsa crossfiteira! kkk
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)