Resenha #583: A Torch Against The Night - Sabaa Tahir (Razorbil)

Título: A Torch Against the Night (BR: Uma Tocha na Escuridão)
Título Original: ---
Autor: Sabaa Tahir
Série: An Ember in the Ashes #2
Páginas: 452 (BR: 434)
Ano: 2016 (BR: 2017)
Editora: Razorbill (BR: Verus)
Sinopse*: O segundo livro da história épica e eletrizante sobre liberdade, coragem e esperança.
Ambientado em um mundo brutal inspirado na Roma Antiga, "Uma Chama Entre as Cinzas" contou a história de Laia, uma escrava lutando por sua família, e Elias, um soldado lutando pela liberdade. Agora, em "Uma Tocha Na Escuridão", ambos estão em fuga, lutando pela vida.
Após os eventos da quarta Eliminatória, os soldados marciais saem à caça de Laia e Elias enquanto eles escapam de Serra e partem numa arriscada jornada pelo coração do Império. Laia está determinada a invadir Kauf, a prisão mais segura e perigosa do Império, para salvar seu irmão, cujo conhecimento do aço sérrico é a chave para o futuro dos Eruditos. E Elias está determinado a ficar ao lado dela - mesmo que isso signifique abrir mão da própria liberdade. Mas forças sombrias, tanto humanas quanto sobrenaturais, estão trabalhando contra eles.
Elias e Laia terão de lutar a cada passo do caminho se quiserem derrotar seus inimigos: o sanguinário imperador Marcus, a cruel comandante, o sádico diretor de Kauf e, o mais doloroso de todos, Helene - a ex-melhor amiga de Elias e nova Águia de Sangue do Império. A missão de Helene é terrível, porém clara: encontrar o traidor Elias Veturius e a escrava erudita que o ajudou a escapar... e acabar com os dois. Mas como matar alguém que você ama desesperadamente?


ATENÇÃO! Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, pode conter spoiler

Enquanto você combater a escuridão, você ficará na luz*

Uma Tocha na Escuridão começa no exato ponto onde finalizou Uma Chama Entre as Cinzas. Esse segundo livro é uma ótima continuação, cheia de adrenalina, tensão e expandindo o universo criado por Sabaa.

De um lado temos Elias e Laia a caminho de resgatar Darin da prisão e nesse meio tempo tentando se manterem vivos. Do outro lado temos Helene Aquilla, Águia de Sangue do imperador embuste Marcus, também tentando se manter viva e provar sua lealdade ao império.

 “Tolos prestam atenção a palavras em uma luta [...] Guerreiros tiram vantagem delas”.*

Um ponto bastante significativo é o acréscimo da narração de Helene. Como é de uma opinião quase geral, seus capítulos conseguem ser bem mais interessantes que o do casal protagonista pelo simples fato de focar na política. Ao mesmo tempo que tem de se provar leal ao imperador e ao Império, a Águia de Sangue também luta para ganhar o respeito de seus subordinados, ao mesmo tempo que teme não conseguir cumprir sua missão: matar Elias.


Da parte de Laia e Elias temos um maior foco na parte mitológica da história. Sabemos um pouco mais sobre o Portador da Noite e seus planos. Também sabemos um pouco mais sobre outros elementos mágicos que foram citados no livro anterior, como os jinns e efrits. Além da presença crucial de um ser mítico que é a chave da explicação de tudo isso.

Em relação aos personagens, Helene tem um baita crescimento e desenvolvimento. A moça, que passou a vida toda leal e servindo ao Império, começa a perceber e questionar suas atitudes em relação ao que lhe é ordenado. A participação e interação com sua família também tem um grande peso em suas atitudes e decisões.

— Suas emoções te tornam humana [...] Mesmo as desagradáveis têm um sentido. Não as guarde em um canto. Se você ignorá-las, elas só vão ficar mais fortes e iradas.*

Laia foi uma personagem que senti perder um pouco o brilho, mas isso se deve às situações que Sabaa a colocou. Porém, depois de mais algumas rasteiras da vida, a garota recupera sua força e rouba a cena. Já Elias, bem... ele não mudou tanto de um livro para o outro, porém tomou algumas decisões bem precipitadas. São até justificáveis, visto que elas são baseadas em ajudar Laia, mas ainda assim você fica querendo dar uns pequenos tabefes em sua linda cara.

O fracasso não define uma pessoa. É o que ela faz depois de fracassar que determina se é uma líder ou um desperdício de ar.*

O livro é dividido em quatro partes, com um ritmo acelerado do início ao fim. Na última parte, temos revelações, reencontros, sangue e máscaras caindo. Assim como no livro anterior, a história termina em um bom ponto e estou bem ansiosa para saber o que a Sabaa vai nos trazer em Um Assassino nos Portões.


Resenhas anteriores

*Sinopse e quotes retirados da edição da editora Verus

6 Comentários

  1. Gosto de livros que tem o ritmo acelerado, acho que a leitura flui melhor comigo.
    Gostei dessa saga e vou deixar na lista para possíveis leituras futuras.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lu! Tudo bom?
    Eu dei uma pulada na sua resenha por motivos de: não lembro quase nada do 1, então vou reler e provavelmente vou me surpreender muito HUHUASUHSAHUSA e gosto de manter o suspense com continuações.
    Vai pra meta do ano que vem reler e ler o 2 e o 3 e ai rezar pela publicação do 4 sem um delay de 30952702 anos né...

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Luiza.
    Eu nem estava muito empolgada para essa série. Mas agora só estou vendo comentários positivos sobre os livros. Mas acredito que não lerei por agora porque vai que demora o mesmo tanto que demorou o terceiro, para lançar o quarto hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Graças ao Emerson eu fiquei com vontade de ler a série Lu, fico feliz que esteja te agradando também!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu,

    Eu estou ansiosa para ler Um Assassino nos Portões, e torcendo muito para o quarto livro não demorar tanto, pois tive que reler esses dois livros agora para ler o próximo.
    Ansiosa para ver o destino dos personagens.

    Bjs
    https://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)