Resenha #226: An Enchantment of Ravens - Margaret Rogerson (Margaret K. McElderry Books)

Share:
Título: An Enchantment of Ravens
Título Original: ---
Autor: Margaret Rogerson
Série: ---
Páginas: 304
Ano: 2017
Editora: Margaret K. McElderry Books
Sinopse*: Isobel é uma pintora prodígio com um conjunto perigoso de clientes: feéricos sinistrss, criaturas imortais que não podem assar pão, tecer pano ou colocar uma caneta no papel sem se desfazer em pó. Eles desejam o artesanato humano com uma sede terrível, e as pinturas de Isobel são muito apreciadas. Mas quando ela recebe seu primeiro patrono real - Rook, o príncipe do outono - ela comete um erro terrível. Ela pinta a tristeza mortal em seus olhos - uma fraqueza que poderia lhe custar a vida dele.
Furioso e devastado, Rook a leva para as terras do outono para ser julgado por seu crime. Caçados pelos caçadores de fantasmas da Caça Selvagem, a influência contaminada do Rei Alder e monstros horríveis ressuscitados, Isobel e Rook dependem um do outro para a sobrevivência. Sua aliança flui em confiança, depois amor - e esse amor viola as leis implacáveis ​​das pessoas justas. Agora, ambas as suas vidas são perdidas, a menos que Isobel possa usar sua habilidade como artista para lutar contra os tribunais de fadas. Porque em segredo, o seu artesanato representa uma ameaça que o povo justo nunca enfrentou em todos os milênios de suas vidas imutáveis: pela primeira vez, seus retratos têm o poder de fazê-los sentir algo.


Primeiramente, tenha na cabeça que esse livro não é uma fantasia em si. Muitos leitores não gostaram da história porque focou mais no romance do que na fantasia. Infelizmente, essas pessoas não entenderam que An Enchantment of Ravens é um romance com toques de fantasia e não o contrário. Já sabendo disso, a leitura foi bem mais proveitosa. Segundo, apesar de lembrar muito Corte de Espinhos e Rosas, a história passa bem longe disso. OK que temos feéricos e humanos envolvidos, cortes sazonais, mas por aí acaba as similaridades.

Em An Enchantment of Ravens, os feéricos precisam dos humanos no quesito trabalho manual ou artesanato (Craft). Eles não podem fazer nada manualmente, se não perdem seus poderes e sua essência feérica. Como a maioria deles é milenar, eles podem acabar virando pó. Cozinhar um miojo? Nem pensar. Fazer arte pra vender na praia? Nem em sonho. A relação entre feéricos e humanos é praticamente uma relação simbiótica: os humanos criam para os feéricos e, em troca, eles são pagos em feitiços.

Isobel é uma talentosa pintora. Ela mora com a tia e as duas irmãs e todos os feitiços que recebe em troca dos seus trabalhos é voltado para proteção delas. Isobel te conquista logo de cara com toda essa preocupação com sua família. Apesar de ser um tanto teimosa, ela vive e respira arte, o que a faz um tanto romântica.

Quando o mundo me falhou, eu sempre poderia me perder no meu trabalho.*

Quando Isobel conhece Rook, percebe que há algo de diferente nele, se comparado com os feéricos. E diferente dos feéricos, Rook tem um grande interesse nos humanos. Rook é charmoso, engraçado e tem um senso de moral diferente de outros feéricos. Infelizmente, Isobel pinta esse lado mais “humano” dele, e isso é o que desencadeia todo o resto da história.


A escrita da autora tem um toque poético e, ao mesmo tempo, simples. Justamente por Isobel ser uma artista, temos descrições bem detalhadas dos lugares, mas isso não deixa a leitura cansativa. As descrições fazem com que você consiga visualizar bem o lugar.

Como já falei, o foco da história é o romance entre Isobel e Rook. Nada melhor que um romance proibido entre duas espécies diferente né? Clichê sim, mas se bem trabalhado vira uma ótima história. Pois é isso que acontece aqui. Por conta de uma lei, é proibido o relacionamento amoroso (veja que falei relacionamento amoroso) entre humanos e feéricos. Os dois tentam lutar contra esse sentimento, o que gera uma certa angústia pois os dois são bem fofos e maravilhosos juntos.

Por que desejamos, acima de tudo, o que tem o maior poder para nos destruir?*

Gostei bastante como a autora representou os feéricos. Estamos bem acostumados a vê-los humanizados e tals. Margaret caracterizou os feéricos aqui, que é basicamente como eles realmente são: indivíduos frios e manipuladores, que utilizam dos seus poderes para fins egoístas e não se importam com nada e ninguém. Confesso que sentia falta de uma história que mostrasse esses seres mitológicos em sua essência real.

Minha única reclamação foi o final. Achei que a autora poderia ter trabalhado mais os acontecimentos finais. Pra quem tem medo que seja uma série, esse é livro único, com um final bem fechadinho, maaas que pode dar margem para uma continuação. Fico na dúvida se queria uma continuação ou não por conta de como tudo acabou para Isobel e Rook. Geralmente não curto continuações com finais fechados porque, pra mim, os autores ficam inventando drama e problema pros casais, mas não seria assim nesse caso.

Se você está achando os traços da capa familiar, é porque ela foi desenhada pela Charlie Bowater, conhecida por suas fanarts de ACOTAR. Mesmo antes de saber que era dela, já estava in love com a capa e fiquei mais ainda com a história. Essa capa combina com a história, principalmente com o casal.

An Enchantment of Ravens é a história de romance bonito e puro, mas que precisa enfrentar algumas barreiras para poderem ficar juntos.

* Traduções feitas por mim

21 comentários:

  1. Oie
    Não conhecia este livro, mas pelas tuas ressalvas parece ser bom, e agotei dessa coisa de romance com fantasia, fiquei interessada.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu, tudo bem?
    A capa é linda e a história parece legal, mas não tenho o costume (ainda) de ler livros em inglês. :( Quem sabe no futuro?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  3. Por ser mais romance não faz muito meu gosto pra leitura não...

    Bjim...
    >>blog Usei Hoje<<
    > Instagram<

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu, tudo bem?
    Ainda não conhecia esse, mas valeu pela dica!! já quero ler!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu, tudo bom?
    Menina eu tô MORRENDO por esse livro - maldito Tumblr e suas altas expectativas. Já amo o Rook sem nem ter lido, send help.
    Comprei ontem e acho que chega essa semana, vou tentar enfiar ele na frente de outras leituras porque MINHA ANSIEDADE ASJKFNASUOGBASUASGBOASGBUOBASG
    Sempre tem o risco de fazer muito sucesso e a autora puxar uma continuação né ç_ç meu maior medo é esse; AMO histórias bem fechadas.
    Ótima resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Helloo, Helena. Tudo numa nice?!
    Então, eu estava enamorada por essa capa há muito tempo. Tinha assistido reviwes de youtubers que realmente confio e estava querendo ler. Já sabia que a escrita da autora era poética e eu adoro isso. Como também gosto de descrições. :) Quase nunca as acho enfadonha. Vou ler o mais breve - quando comprar um novo leitor.
    Beijin...
    https://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Acho que muitos autores pecam exatamente nisso que você falou, trabalham muito bem o início e o meio, mas acabam se esquecendo do final e fazem tudo atropelado.

    Beijos,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu! Que capa linda e a história parece ótima. Eu também penso em feéricos como criaturas bem frias e é bom saber que a caracterização deles nesta obra é assim. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lu!
    Nem conhecia esse livro, mas já considero muito, hahahaha.
    Adorei a premissa e eu não me incomodo nenhum pouco com romances. :P
    E eu lembrei muito da Corte de Espinhos e Rosas na sinopse, mas se você diz que passa longe disso, vou acreditar em você (mas eu amooooooooooooooooooo Corte de Espinhos e Rosas).
    Ótima dica e já anotada aqui!

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  10. Adoro suas resenhas, sempre tão completas Lu! Ainda não conhecia esse livro, mas adorei. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Luiza!
    Não conhecia o livro ainda, mas eu adoro fantasia com romance ou romance com fantasia. Curti!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  12. Achei a capa linda e a ideia da história parece ser muito bacana.. Acho que um romance com fantasia, mesmo que não seja muita, já faz meu estilo :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Não conhecia esta obra e fiquei bastante interessada, principalmente por causa do romance proibido... É uma pena que não tenha a obra em português (ou tem? me avise se estiver enganada, hehe). Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  14. Uau, não conhecia a autora e nem o seu livro. mas, achei a sinopse bem interessante. Gosto de livros de romance. Sejam eles com toques com mais fantasia ou não. É bem o meu estilo esse livro. Adoro histórias de maor proibidas rsrsrs.

    Obrigada por compartilhar.

    www.heylou.com.br

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Oiii Lu

    Tem uma autora, Elise Kova, que tem uma trilogia muitooo boa, e as capas dos livros são iguais a deste. Juro que quando abrir sua resenha e olhei rapido a capa pensei que fosse resenha de um dos três livros da trilogia dela...
    enfim, sobre a história, bom vc avisar que está mais pra romance com toques fantasticos. Eu geralmente curto muito isso e muitas das boas leituras que fiz foram exatamente assim. Esse final me deixa com o pé atrás... Apesar de ser um final fechado parece que nem foi tudo aquilo né? Mas ainda assim, acho que seria um livro que eu daria uma oportunidade futuramente sim. Esse tema todo de féericos, humanos + o romance me parece bem legal.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Lu, eu ao contrário dessas pessoas já amo o fato de ser romance com toques de fantasia e não o contrário. Apesar da consideração do final achei o livro interessante pelo o que vc conta na resenha. E se tem o selo babadíssimo com certeza vale a pena!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  18. Olá, Luiza.
    Eu acabei de ler Corte de Espinhos e Rosas e gostei bastante. E só por ter os mesmos elementos já quero ler hehe. Tomara que tragam para o Brasil.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu,

    Eu amei a capa também, engraçado que lembrei da saga Os Garotos Corvos, acho que apenas pelo corvo ali..
    Mas fora isso, fiquei encantada com tua resenha, espero que alguma editora lance o livro logo, vou querer e espero que mantenham a essencia da capa também!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  20. Oi Lu!
    Não conhecia a obra, mas a capa realmente é linda! Que bom que a autora soube pegar direito um clichê e cativar o leitor. Espero que seja publicado por aqui! :)
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)