Cara de um, focinho de outro #3: Six of Crows & Jovens de Elite

Share:

Em Six of Crows, temos um grupo de pessoas com índole um tanto duvidosa (pra ser gentil), comandados por Kaz Brekker. Em Jovens de Elite, temos Adelina se juntando a um grupo de jovens visto por alguns com heróis, por outros como vilões.

Quem já leu essas duas séries deve estar se perguntando o que achei em comum entre elas. Bom... O que achei em comum entre elas é justamente o fato dos personagens principais não serem completamente bonzinhos. E essa característica faz com que eles se tornem personagens mais reais, mais humanos. Fora que são duas séries bem elogiadas, então fica aí a dica pra vocês.

A OESTE DE RAVKA, ONDE GRISHAS SÃO ESCRAVIZADOS E ENVOLVIDOS EM JOGOS DE CONTRABANDISTAS E MERCADORES…
…fica Ketterdam, capital de Kerch, um lugar agitado onde tudo pode ser conseguido pelo preço certo. Nas ruas e nos becos que fervilham de traições, mercadorias ilegais e assuntos escusos entre gangues, ninguém é melhor negociador que Kaz Brekker, a trapaça em pessoa e o dono do Clube do Corvo.
Por isso, Kaz é contratado para liderar um assalto improvável e evitar que uma terrível droga caia em mãos erradas, o que poderia instaurar um caos devastador. Apenas dois desfechos são possíveis para esse roubo: uma morte dolorosa ou uma fortuna muito maior que todos os seus sonhos de riqueza.
Apostando a própria vida, o dono do Clube do Corvo monta a sua equipe de elite para a missão: a espiã conhecida como Espectro; um fugitivo perito em explosivos e com um misterioso passado de privilégios; um atirador viciado em jogos de azar; uma grisha sangradora que está muito longe de casa; e um prisioneiro que quer se vingar do amor de sua vida.
O destino do mundo está nas mãos de seis foras da lei – isso se eles sobreviverem uns aos outros.

“Confiar na pessoa errada pode custar a própria vida.”
Após se safarem milagrosamente de um ousado e perigoso assalto na notória Corte do Gelo, Kaz Brekker e sua equipe se sentem invencíveis. Mas o destino está prestes a dar uma perigosa guinada e, em vez de dividir uma vultosa recompensa, os seis comparsas terão que se munir de forças, de armas e de seus talentos para lutar pelas próprias vidas.
Traídos e devastados pelo sequestro de um valioso membro da equipe, o Clube do Corvo agora conta com poucos recursos e aliados, e quase nenhuma esperança. Enquanto isso, forças descomunalmente poderosas se abatem sobre Ketterdam para desenterrar os segredos mais sombrios da potente droga conhecida como jurda parem, ao passo que antigos rivais e novos inimigos surgem para desafiar a perspicácia de Kaz e testar a frágil lealdade de seus parceiros.
Agora, todos terão de enfrentar seus próprios demônios, e será preciso muito mais do que sorte para sobreviver à guerra que está se armando nas ruas obscuras e tortuosas desse implacável submundo – uma batalha por vingança e redenção que decidirá o futuro do mundo Grisha.

Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, Jovens de Elite é o primeiro de uma série de fantasia ambientada na era medieval e protagonizada por jovens que desenvolvem estranhas cicatrizes e poderes especiais ao sobreviverem a uma febre que dizimou boa parte da humanidade.
Entre eles está Adelina, que, após se rebelar contra o destino imposto a ela por seu pai, encontra um novo lar na sociedade secreta Jovens de Elite, vista por alguns como um grupo de heróis, por outros como seres com poderes demoníacos. Heroína ou vilã? Num mundo perigoso no qual magia e política se chocam, Adelina descobre o lado sombrio de seu coração.
Da mesma autora da aclamada trilogia Legend, Marie Lu, Jovens de Elite é o início de uma saga arrebatadora. Perfeita para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones, com vilões dignos de Star Wars e X-Men.

Nome em ascensão na literatura young adult, Marie Lu conquistou seu lugar nas listas dos mais vendidos dos EUA com as séries Legend e Jovens de Elite, ambas com direitos de adaptação para o cinema adquiridos por grandes estúdios.
Sociedade da Rosa é o segundo volume da saga de fantasia medieval Jovens de Elite e mostra a jovem Adelina Amouteru com sede de vingança. Depois de ser renegada pela família, ela é traída por aqueles em quem confiou, e parte em busca de outros malfettos — sobreviventes da febre do sangue que, como ela, possuem dons fantásticos —, para formar um exército próprio e combater a Inquisição do Eixo.
Mas o ódio e o medo que a alimentam podem levá-la por caminhos perigosos, e uma oferta tentadora vai testar a verdadeira natureza dos seus poderes e de sua personalidade. Uma sequência de tirar o fôlego para uma saga épica.

Adelina Amouteru sobreviveu à febre do sangue, fez uso de seus dons, formou seu próprio exército, vingou-se de seus traidores e conquistou a vitória. Mas seu reinado triunfante está ameaçado, e o inimigo não vem de fora; a sede de vingança da jovem levou seu lado cruel e sombrio a sair do controle, e ela terá que curar antigas feridas se quiser manter tudo o que conquistou.
No desfecho da eletrizante trilogia Jovens de Elite, Marie Lu coloca sua protagonista diante de uma nova ameaça que a levará a revisitar fatos dolorosos do seu passado e a fazer uma aliança arriscada e difícil. Será que Adelina está preparada para se transformar na estrela da meia-noite e, finalmente, conhecer a paz?

15 comentários:

  1. Luiza, não conhecia essas duas séries, mas me chamou bastante a atenção!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Ainda não li estes livros, são o gênero de minha preferência mas tenho curiosidade.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não sou muito fã desse gênero, nunca consigo ler, por isso nem tento mais haha
    Beijos,
    Meise Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi
    legal a coluna, ainda não li nenhum desses, mas tenho interesse em ler jovens de elite já que vi muita resenha positivas.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, Luiza.
    Infelizmente fui com muita sede ao pote e acabei me decepcionando um pouco com Jovens de Elite. Mas Six Of Crows é um livro que me interessa muito.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    Adorei o post :)
    Como eu tenho uma certa quedinha por personagens não tão bonzinhos assim ( não me julguem rsrsrs...) anotei TODAS as suas dicas <3
    Parabéns, pelo post!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu! Six of Crows tem capas tão lindas <3 E gosto bastante de personagens não bonzinhos! Como sempre arrasando nessa coluna!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Helloo, Lu! Tudo de boíssima?
    Ah, eu li Jovens de Elite e a Adelina definitivamente não é do lado do bem, não.
    Estou curiosa para ler Six of Crows, mas ás vezes bate a preguicite. Li a trilogia Grisha da autora e fiquei bem decepcionada. Mas vou conferir essa duologia, só preciso arrumar tempo para isso. Que coluna legal. Assim a gente pode descobrir mais livros parecidos com os quais gostamos.
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi! Tenho Jovens de Elite aqui comigo e até quis ler a história antes, estava até empolgada mas o gênero sempre faz a animação ficar um pouquinho lá embaixo. Acabei colocando vários na frente.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  10. Todos os livros citados fogem um pouco do meu gênero favorito, mais as histórias são tão interessantes que é impossível não querer ver! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia nenhum desses livros, mas amei a capa de todos! As leituras não são do meu gênero preferido, mas vou procurar saber mais sobre elas pra tentar ler :D

    Com amor,
    Steph • Não é Berlim

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Adoro a Série Jovens de Elite <3
    E Six of Crows já está na minha meta de ler neste ano ainda!!

    Beijos :*
    Say My Book

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu, tudo bom?
    Eu adoro essa ideia de anti-heróis, de ter personagens egoístas, salafrários e etc. Ainda acho a garota de SoC bem Neutral nos alinhamentos de D&D, enquanto Adelina e companhia limitada cai total pro lado Chaotic (a Adelina principalmente. Se colocasse ela e o Kaz numa mesa pra conversar, ou eles seriam bff ou ele ficaria traumatizado UHASUHASUHUHASUHAS).
    AMEI o post!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu!
    Não li nenhum dos dois, mas quero muito conhecer a escrita da Marie Lu. Comecei a ler agora Mulher Maravilha da Leigh e tô curtindo a narrativa dela. Achei bem interessante esse lance dos personagens não serem os típicos mocinhos, todos tem o lado bem e mal. Gostei.
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Luiza!
    Menina você disse tudo,sempre tive a mesma impressão com esses livros!
    Até as capas tem uma certa semelhança hahahahhahahaa
    Tô devendo começar a ler algo da Marie Lu e da Leigh Bardugo há bastante tempo,pretendo mudar isso em breve.
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)