Resenha #682: Hang The Moon - Alexandria Bellefleur (Avon)

Título: Hang the Moon
Título Original: ---
Autor: Alexandria Bellefleur
Série: Written in the Stars #2
Páginas: 320
Ano: 2021
Editora: Avon
Sinopse*: Em um seguimento delicioso de Written in the Stars, Alexandria Bellefleur oferece outro #ownvoices queer rom-com sobre um romântico desesperado que jura mostrar sua paixão de infância que o romance não está morto ao recriar datas icônicas de seus filmes favoritos ...
Brendon Lowell adora amor. É por isso que ele criou um aplicativo de namoro para ajudar as pessoas a encontrar seu verdadeiro par e porque ele está convencido de que "aquele" está lá fora, mesmo que ele ainda não a tenha conhecido. Ou ... ele tem? Quando o melhor amigo de sua irmã aparece em Seattle inesperadamente, Brendon aproveita a chance de sair com ela. Ele está apaixonado por Annie desde que eram crianças, e as estrelas finalmente se alinharam, colocando-as na mesma cidade ao mesmo tempo.
Annie reservou uma viagem inesperada a Seattle para passar um tempo com os amigos antes de viajar pelo mundo. Ela não está procurando por amor, especialmente com o irmão de sua melhor amiga. Annie se lembra de Brendon como um garoto doce e idiota. Exceto que o homem de 1,80m que aparece em sua porta é um Hot Nerd certificado e Annie ... o quer? Ai sim.
Se envolver seria uma ideia terrível - a estadia dela é temporária e ele quer para sempre - mas quando Brendon descobre que Annie desistiu do namoro, ele está determinado a provar que o romance é real. Pegando dicas de suas comédias românticas favoritas, Brendon planeja cortejá-la com datas elaboradas tiradas do manual de Nora Ephron. O tempo está passando no tempo de Annie em Seattle, e Brendon está começando a perceber que romance não é apenas flores e chocolate. Mas talvez o amor verdadeiro não precise ser tão perfeito quanto nos filmes ... contanto que você pense que seu parceiro pendurou a lua.

Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe.
Essa resenha é livre de spoilers

Conhecemos Brendon Lowell e sua crush em Annie Kyriakos em Written in the Stars. Agora os dois protagonizam seu próprio romance em Hang the Moon.

Brendon é um cara gente boa, super gentil, leal e romântico até a alma. Ele está à procura da sua alma gêmea quando Annie entra de volta na sua vida, nem que seja por apenas duas semanas. Esse tempo é tudo que ele precisa para mostrar a ela que seus sentimentos são verdadeiros.

Annie está em um ponto de mudança na sua vida. Ela é uma mulher divertida, alto astral, caridosa, mas bastante cética quando se trata do amor. Ao conviver com Brendon, ela percebe que o irmão caçula da sua melhor amiga cresceu e virou um homem atraente, disposto a conquistar seu coração.


Annie e Brendon são um casal tão divertido e fofo de acompanhar quanto foi Darcy e Elle. Mesmo se passando oito anos sem se verem, os dois logo caem em uma rotina de companheirismo e são bem confortáveis na presença um do outro. As referências às comédias românticas mais famosas estão presente por todo o livro.

Eu achei bem legal essa inversão de papéis onde aqui o homem é o romântico incurável e aficionado por comédias românticas. Aos poucos e com muita paciência, Brendon derruba as paredes de insegurança de Annie, mostrando e aprendendo também que nem sempre é necessário um grande gesto para mostrar seu amor pela outra pessoa.

Um ponto que curti foi o desenvolvimento da amizade de Darcy e Annie. As duas são amigas de infância, mas pareciam estar se distanciando um pouco a cada dia. A ida de Annie a Seattle fez as duas conversarem e colocarem seus pensamentos pra fora, fortalecendo mais ainda seu relacionamento.

Elle, Darcy e Margot também marcam presença constante na história. Gostei bastante de rever o casal, principalmente ver Darcy um pouco mais soltinha, o que é bastante influência de Elle. Margot é uma personagem super carismática e sua amizade com Brendon também é bastante divertida de se conferir. Estou ansiosa para o seu livro, Count Your Lucky Stars, que está com lançamento previsto apenas (#todoschora) para o ano que vem.

Resenhas anteriores

2 Comentários

  1. Olá, Luiza.
    Eu adorei de ser o homem o romântico da história, é raro encontrar isso e só por esse detalhe já vou querer ler quando lançar por aqui hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Muito romântico, Eu amo este livro. obrigado pela recomendação
    straight hair wig

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)