Resenha #655: A Desilusão Do Espião - Lucy Vargas (Bertrand Brasil)

Título: A Desilusão do Espião
Título Original: ---
Autor: Lucy Vargas
Série: Damas Ardilosas #1.5
Páginas: 320
Ano: 2020
Editora: Bertrand Brasil
Sinopse: Você tem uma nova missão. Até onde chegará?
Num mundo de ilusões e traições, ficar cego de amor pode mudar seu destino ou custar sua vida.
Em meio à guerra contra a França e as rebeliões internas do país, ser um espião inglês é um negócio fatal.
Após 10 anos nessa vida, Nathaniel não sabe como continua vivo. E ele não esperava ter de treinar uma informante e acabar ganhando uma parceira capaz de virar seu mundo do avesso.
Meredith não queria esse tipo de vida. Mas acabou afundada até o pescoço em tramas internacionais que envolvem sua família. Percorrer três países em guerra e assumir várias identidades acompanhada por um homem enervante, atraente e perigoso é sua última opção, mas, por fim, se torna sua melhor chance.
Quando as lealdades forem testadas, eles terão de provar de que lado estão e o que estão dispostos a sacrificar um pelo outro. Ou o em nome de seus trabalhos.
Você é capaz de ir até o fim dessa missão?

Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe
Essa resenha é livre de spoilers

Em Um Acordo de Cavalheiros, vemos brevemente a participação do duque de Hayward. Em A Desilusão do Espião vamos conhecer melhor o passado desse personagem, que também protagonizará Um Enlace Entre Inimigos. Sendo sincera, nem lembrava tanto dele até ver a sinopse dos outros livros e até me animei um pouquinho, porém aqui não foi uma boa experiência.

Como romance, esse livro é uma boa história de espionagem. Apesar de ter ficado um pouco perdida e tendo que procurar explicações por fora de todo o BO envolvendo Inglaterra, França, Irlanda e espiões, nesse quesito Lucy soube desenvolver a questão dos espiões naquela época. Nathaniel é bom no faz e não é de pensar duas vezes em eliminar quem pode prejudicar sua missão.

Sobre os personagens, Meredith e Nathaniel funcionavam melhor como dupla dinâmica do que casal. As interações dos dois no começo do livro eram até legal de conferir; uma amizade nascida de circunstâncias diferentes, um companheirismo que não sabiam que precisavam. 



Meredith era um pouco inexperiente na arte da espionagem, mas não era de fugir e estava disposta a ajudar Nathaniel. Já o duque, apesar de se mostrar bastante frio e calculista em suas missões, é um homem honrado e leal, tanto aos seus queridos, quanto ao seu país. Porém, ao virarem um casal, devo dizer que eu e uma pedra temos mais química que Meredith e Nathaniel.

Meredith e Nathaniel entraram no topo de casal mais sem química da história dos romances de época. Nem as cenas mais quentes (no caso só a menção mesmo porque ver que é bom, não vemos) eu não conseguia comprar essa paixão avassaladora entre os dois. Tudo era muito frio e impessoal que eu fiquei muito frustrada e isso acabou passando até para quando os personagens estavam em separado.

A leitura já estava indo mediana até chegar na metade do penúltimo capítulo, que daí foi pra pior mesmo. Meredith toma uma decisão que basicamente foi baseada em vários nadas, já que passei as outras 300 páginas vendo ela tomar atitudes totalmente contrárias a essa sua atitude final. Eu tive que ler essa passagem umas três vezes para tentar entender e ver se não tinha deixado passar nada. Eu realmente não deixei passar nada porque não tinha nada mesmo que justificasse.

Apesar da escrita da Lucy ainda ser fácil, sinto que ela ainda precisa trabalhar na questão da fluidez e transições de acontecimentos. O final era o que eu já esperava que acontecesse e, sendo sincera, eu já não conseguia me importar mais com ninguém. Sim, ainda vou ler Um Enlace Entre Inimigos mas somente pelo fato que me comprometi em uma LC e a curiosidade de saber o que se deu a Nathaniel após o final aqui.

Resenhas anteriores

8 Comentários

  1. Oi, Lu

    Se eu não curti Um Acordo de Cavalheiros, esse que não leio mesmo. hahaha Vou tentar um dela que saiu pela Charme (acho que foi pela Charme) e ver no que vai dar. E sim, ela precisa trabalhar essas questões aí!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu,

    Poxa que pena que tem algumas ressalvas o livro. Eu tenho curiosidade em ler algo da autora, pois vejo o pessoal falando bem de suas histórias.
    Quem sabe eu não curta né?

    Bjs
    https://diariodoslivrosblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Nossa, fiquei triste lendo sua resenha. Gosto muito dos livros da Lucy lançados pela charme e, mesmo com certa dificuldade com o Um acordo de cavalheiros, me apeguei bastante aos livros, acreditando ser um problema por ser o primeiro lançado ou algo assim. Casal que não combina já é algo difícil de lidar, atrapalha todo o envolvimento com a história. Agora ter pontas soltas, atitudes inexplicáveis e sem sentido, isso é uma coisa que me deixa absurdamente brava. Uma pena, já que confesso que esperava bastante da história do Duque.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu,
    Eu nunca li nada da Lucy, minha mãe sim e achou ok. Não é um livro que arrebatou o coração dela, tanto que ela nem se animou muito com as continuações, mas ela até que gostou. Um pena esse problema de 'transição'. Não sei se leria... Por agora, não é algo que me anima.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Luiza.
    Faz tanto tempo que li Um acordo de Cavalheiros que nem me lembro dos personagens hehe. Mas depois que me decepcionei muito com a autora no livro A Perdição do Barão acabou que nem me aventurei a ler mais nada dela.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu, tudo bem?

    Faz um bom tempo que li Um Acordo de Cavalheiros e na época gostei bastante. Porém confesso que não me lembro direito mais dos personagens. (rs...). Gosto muito da escrita da Lucy Vargas, mas me decepcionei muito com A Perdição do Barão. Quem sabe mais para frente e dê uma chance aos novos lançamentos da autora.

    Beijos;***
    Ariane Gisele Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu, vc acredita que nunca li nada da autora? Mas quero, amo um romance de época!

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Vi você brevemente no story tu comentando esse livro e fiquei curiosa com a resenha, marquei de vim aqui quando abrisse o blog para conferir. Pelo jeito ódio engaja kkk se bem que a resenha não tem ódio. Assim, ler romance de época para não vê romance é uma coisa que não me atrai. Por hora acho que essa vai ser mais uma série da Lucy Vargas que vou pular.


    https://elfpandora.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)