Resenha #643: Entre A Ruína E A Paixão - Sarah MacLean (Gutenberg)

Título: Entre a Ruína e a Paixão
Título Original: No Good Duke Goes Unpunished
Autor: Sarah MacLean
Série: The Rules of Scoundrels #3
Páginas: 304
Ano: 2016
Editora: Gutenberg
Sinopse: Uma noiva desaparecida na véspera de seu casamento. Um poderoso duque acusado de assassinato. Uma noite que mudou duas vidas para sempre.
Temple viu seu mundo desmoronar quando acordou completamente nu e desmemoriado em uma cama repleta de sangue. Destituído de seu título e acusado de assassinato, o jovem duque foi banido da sociedade. Doze anos depois, recuperado em sua fortuna e seu poder como um dos sócios do cassino mais famoso de Londres, sua redenção surge quando a única pessoa que poderia provar sua inocência ressurge do mundo dos mortos.
Após doze anos desaparecida, Mara Lowe se vê obrigada a reaparecer quando seu irmão perde toda a fortuna da família nas mesas do cassino do homem cuja vida ela arruinou.
Temple quer provar a todos que é inocente e, sobretudo, se vingar e destruir a vida daquela mulher, enquanto Mara precisa enfrentar o passado para recuperar seu dinheiro. Assim, os dois formam um acordo obsceno que os une em um jogo de poder e sedução.
Mas ambos descobrem que a realidade esconde muito mais do que as aparências revelam e eles se veem em uma encruzilhada na qual precisam escolher entre lavar a honra do passado e garantir o futuro ou ceder ao desejo de se entregarem de vez à irresistível atração que sentem um pelo outro, mas que pode arruiná-los para sempre.


Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe
Essa resenha é livre de spoilers

Entre a Ruína e a Paixão é o terceiro livro da série e a experiência dele foi uma montanha-russa de emoções.

Temple é um dos sócios do clube Anjo Caído e responsável pelas lutas de boxe que acontece no local. Por responsável, leia-se que ele está invicto em suas vitórias. O cara é duque mas há 12 anos vive recluso pois foi acusado de assassinar a futura nova esposa de seu pai. Ele pensava que ela estava morta até que Mara Lowe o aborda.

Mara Lowe passou doze anos vivendo discretamente, sob o nome de Margaret McIntyre. O fato do seu irmão perder todos seus recursos a obriga a colocar a cara no sol e abordar o homem cuja vida ela destruiu. O que ambos não contavam era com a avassaladora paixão que iria nascer entre eles.


Mara foi uma personagem bem difícil de gostar. Ao longo do livro conhecemos todas as suas motivações, tanto pela fuga no passado quanto pelo fato de abordar Temple depois de todos esses anos, mas era só ela abrir a boca que desandava o negócio. O que mais me irritou em Mara foi o fato dela achar que somente ela que teve a vida toda alterada por conta da sua atitude no passado e que, de certa forma, Temple devia alguma coisa a ela. Era um eterno "amada eu te compreendo" para em seguida mandar um "me ajuda a te ajudar".

Temple é um cara de bom coração e gentil. Seria perfeito se ele não fosse um tanto trouxa para as exigências de Mara. Dentre os dois, ele foi a pessoa mais prejudicada, mas ainda assim também acha que é obrigação dele atender todas as exigências de Mara até que ela se revele e assim mude sua reputação. Mara possui todas as respostas para suas perguntas e utiliza disso para manipular o homem, aumentando assim seu sentimento de culpa.

Apesar do estresse que Mara e Temple me fizeram passar, a história tem um bom ritmo e as motivações de Mara ter ido atrás do lutador vão além de recuperar o dinheiro que seu irmão perdeu. Mara coordena um orfanato e essas crianças mais a participação da porca Lavanda são o auge da fofura do livro.

Comecei o livro querendo esganar Mara e botar um pouco de senso na cabeça de Temple, mas já lá por 60% da história eu só estava seguindo o fluxo. A redenção de Mara foi algo que eu já esperava e infelizmente o casal não me convenceu tanto. Porém, o final do epílogo compensa e já deixa aquela semente de curiosidade para conferir Nunca julgue uma dama pela sua aparência.

Resenhas anteriores
Livro 1 - Entre o Amor e a Vingança (A Rogue by Any Other Name)
Livro 2 - Entre a Culpa e o Desejo (One Good Earl Deserves a Lover)

4 Comentários

  1. Oi, Lu! Tudo bom?
    Ai que pena que não foi um livro tão animado e maravilhoso quanto outros da Sarah. Eu terminei o 2 da série dos escândalos e canalhas apaixonada - apesar de uma repetição que podia ter sido evitada. Algum dia eu tento essa série!

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, Luiza.
    Na primeira vez que li essa série eu dei nota quatro por causa da Mara, mas dessa vez, com uma cabeça diferente e vendo as histórias com outros olhos não consegui dar uma nota maior que 1. Protagonistas feminina insuportável que não se arrepende, protagonista masculino trouxa, e um amor que surgiu de não sei de onde que não acreditei.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oii, não conhecia esse livro, mais achei premissa interessante. A capa está incrível.
    Beijos!
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  4. Amo o Temple, detesto a Mara! A Sarah é o estranho caso da autora que escreveu alguns dos meus livros favoritos e alguns dos que mais odeio na vida hahahaha

    https://elfpandora.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)