Resenha #579: From Blood And Ash - Jennifer L. Armentrout (Blue Box Press)

Título: From Blood and Ash
Título Original: ---
Autor: Jennifer L. Armentrout
Série: ---
Páginas: 634
Ano: 2020
Editora: Blue Box Press
Sinopse*: Uma Donzela...
Escolhida desde o nascimento para inaugurar uma nova era, a vida de Poppy nunca foi dela. A vida da Donzela é solitária. Para nunca ser tocado. Para nunca ser olhado. Para nunca ser falado. Jamais sentir prazer. Esperando pelo dia de sua Ascensão, ela prefere estar com os guardas, lutando contra o mal que levou sua família, do que se preparar para ser considerada digna pelos deuses. Mas a escolha nunca foi dela.
Um Dever...
O futuro de todo o reino repousa sobre os ombros de Poppy, algo que ela nem tem certeza se quer para si mesma. Porque uma donzela tem um coração. E uma alma. E saudade. E quando Hawke, uma honra de guarda de olhos dourados obrigado a assegurar sua Ascensão, entra em sua vida, destino e dever tornam-se emaranhados com desejo e necessidade. Ele incita sua raiva, faz com que ela questione tudo em que acredita e a tenta com o que é proibido.
Um Reino...
Abandonado pelos deuses e temido pelos mortais, um reino caído está se erguendo mais uma vez, determinado a recuperar o que eles acreditam ser deles através da violência e vingança. E à medida que a sombra daqueles amaldiçoados se aproxima, a linha entre o que é proibido e o que é certo fica turva. Poppy não está apenas prestes a perder seu coração e ser considerada indigna pelos deuses, mas também sua vida quando cada fio encharcado de sangue que mantém seu mundo unido começa a se desfazer.


From Blood and Ash é uma fantasia que, apesar da capa bonita, nunca tinha entrado muito no meu radar. De uns tempos pra cá eu vi pessoas comentando e decidi dar uma chance. No geral o livro foi um bom início de série, mas com algumas ressalvas.

Pois bem.. From Blood and Ash consegue ser original mesmo em detalhes clichês. Gostei muito do universo criado pela autora. Ela conseguiu reinventar e aproveitar bem alguns elementos sobrenaturais de fantasia e ainda inserir seu próprio toque original. De início pode ser um tanto confuso questões como sociedade, nomeclatura e territórios, mas ao longo do livro a autora vai dando informações. Informações essas que farão muito mais sentido e serão bem complementadas na reta final da história.

Poppy é uma protagonista interessante. Assim como a Maiden é corajosa, determinada, inteligente, gentil e bondosa, Poppy também tem suas dúvidas e inseguranças em relação ao seu papel na sociedade e o que o futuro lhe aguarda. Apesar do nome Maiden, Poppy passa muito longe de ser uma donzela em perigo.

Hawke é o típico boy clichê: um tanto misterioso mas super charmoso e envolvente. Desde seu primeiro encontro, ele sempre tratou Poppy como uma pessoa normal e nunca escondeu o interesse a mais na personagem. Ele possui uma boa química com a moça, com conversas regadas em provocações e flertes, o que mostra que o interesse dela também é recíproco.


O meu maior problema com essa história foi o tamanho dos capítulos. No kindle, a média dos capítulos ficavam entre 20 e 25 minutos e isso me atrapalhou bastante na leitura. Pra piorar houve um momento ali pelo meio da história (entre 40% e 65%) que nada de interessante acontecia e era um marasmo sem fim. Passada essa lentidão, a história pegou um bom ritmo até o final. Poderia dizer que a autora se estendeu mais que necessário nele, mas como são nos últimos cinco capítulos que tudo começa a fazer sentido, não encarei como algo tão negativo.

Outro ponto que atrapalhou a leitura foi o fato da narração permanecer somente à Poppy. A personagem não é uma má narradora nem uma má personagem. Mas o fato da sua posição dentro da história torna sua narração um tanto restrita, em relação a informações quanto ambientação. Pra mim, a narração deveria ser ao menos dois pontos de vista ou então em terceira pessoa.

Eu só conhecia a Jennifer dos romances, apesar de nunca ter lido um seu. Então, para uma estreia na fantasia, até que ela foi muito bem. Apesar dos capítulos grandes, a escrita da autora colabora em um bom ritmo de leitura, mas ainda continuo achando que umas 200 páginas a menos faria milagres aqui. Em relação ao romance, não sei bem o que pensar. Eu gosto de Poppy e Hawke juntos porque eles são bons juntos. Rola uma certa atração entre os dois e por mim até agora é só isso: atração sexual. Vamos ver se nos próximos livros a autora me convence que realmente há algo mais entre os dois.

Foi na reta final que o livro me prendeu de verdade. Como falei, são nesses últimos capítulos que tudo começa a fazer sentido para Poppy e para o leitor. Geralmente não curto muito quando o autor deixa para contar tudo de importante no final do livro, mas visto a condição de Poppy, esse artifício se encaixou bem na história. Boa parte das teorias que eu havia tido durante a história estavam corretas, mas a autora soube me surpreender com mais revelações e situações, no mínimo, impensáveis.

From Blood and Ash foi uma leitura com altos e baixos, mas os altos foram suficientes para me fazer continuar na série. O segundo livro foi lançado agora em setembro, com o título A Kingdom of Flesh and Fire e pretendo conferir, mas não sei quando.

*Sinopse traduzida por mim

6 Comentários

  1. Amei a resenha. Eu gosto dos livros da Jennifer e em como ela conduz a leitura, mas odeio muito isso de resolver o livro só nas páginas finais.
    Parece ser uma boa fantasia
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que não li nenhum livro da autora, mas eu gosto bastante dessa pegada de fantasia. Mas não gosto de histórias muito arrastadas, mas de qualquer forma eu acho que vale a pena dar uma conferida, já que os altos são maiores que os baixos. Achei ótima resenha, beijocas!!!!

    https://resenhabookshouse.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lu! Tudo bom?
    Já dei um grande passo pra trás com a coisa de 20 a 25 minutos por capítulo. Eu definitivamente não tenho mais paciência pra isso não, nem idade UHASUHASUHASUHASUH passou de 10 minutos já é um teste.
    E a coisa da narração única no pov da personagem pareceu meio Feyre né? Tu fica presa num ponto de vista só e não vê a totalidade da situação. Nhé :/

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Luiza.
    Adorei a capa e para além disso adoro livros de fantasia, mas confesso que a sua resenha me deixou de pé atrás... Com tantos livros de fantasia por aí e com muita falta de tempo para ler, vou passar ao lado de "From Blood and Ash" (o título também é lindo!) e procurar outra obra que me agrade.
    Beijo
    Mundo da Fantasia

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu, Jennifer é tão maravilhosa que me faria ler fantasia com certeza rsrsrs Mesmo com seus altos e baixo eu super encararia!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu
    A Ivy tava comentando que esse livro é meio parado e chato no começo, sem nada de interessante. Eu fiquei meio receosa de ler porque gosto muito da autora e não queria me decepcionar hahaha mas estou com a mente aberta para a obra.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)