Filme #79: Arlequina em Aves de Rapina

Share:

Título Original: Birds of Prey (and the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn)
Sinopse: Arlequina (Margot Robbie), Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell), Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Cassandra Cain (Ella Jay Basco) e a policial Renée Montoya (Rosie Perez) formam um grupo inusitado de heroínas. Quando um perigoso criminoso começa a causar destruição em Gotham, as cinco mulheres precisam se unir para defender a cidade.
Elenco: Margot Robbie, Ewan MacGregor, Mary Elisabeth Winstead, Jurnee Smollett-Bell, Rosie Perez, Ella Jay Basco, Chris Messina, entre outros
Duração: 149min
Roteiro: Christina Hodson
Produção: Margot Robbie, Bryan Unkeless
Direção: Cathy Yan


Muito se aguardava a respeito de Arlequina em Aves de Rapina (sim, o título do filme mudou depois da estreia). Particularmente, desde que assisti o primeiro trailer lançado, não estava muito confiante no filme. Em partes eu estava correta.

Apesar de ser citados algumas vezes, o foco do filme é realmente Arlequina e sua emancipação de se separar de ser conhecida como “a mulher do Coringa”, como ela sempre foi referida. Tudo bem que ela tem alguns distúrbios causados pela sua relação com o sr. C, mas a mulher tem um doutorado e tinha uma brilhante carreira pela frente, porém aconteceu o que sempre aconteceu desde sempre com todas as mulheres que já passaram neste planeta: ser reduzida a “mulher de fulano de tal”.


Quanto ao filme, gostei bastante da fotografia. No início, tem aquela velha característica escura dos filmes da DC, mas logo que Arlequina corta seu último ponto de relação com Coringa, tudo se torna bastante colorido. As cenas de ação também são bem produzidas, principalmente as lutas, que foram bem coreografadas.

Porém, apesar de todo girl power e sororidade que prevalece no filme do início ao fim, a história deixa bastante a desejar. Como falei ali em cima, o foco é realmente Arlequina, o que deixa as Aves de Rapina um tanto sem desenvolvimento, principalmente a Caçadora (que praticamente entrou muda e saiu calada, a não ser quando defendia que usava uma besta e não um arco e flecha). Até Margot Robbie na personagem em certos momentos me soou forçada.


O roteiro do plot principal também é bastante fraco na minha opinião. Sai da sala de cinema com a sensação de ter assistido um piloto estendido de mais uma série da DC Universe (o que não é difícil de achar, já que o filme possui somente 1h40min de duração).

Outro ponto negativo é o vilão. Mesmo um ator como Ewan MacGregor não conseguiu me convencer de toda sua vilania. Na minha cabeça, ele estava mais para uma pessoa que estava acostumada a ter tudo do que um vilão per se. Seu ajudante, Victor Zsasz, nem sei bem o que dizer de sua participação aqui. Conheço pouco do vilão então… pelo menos rola alguns momentos bem queerbait que plantam aquela dúvida…


Eu realmente estava torcendo para que o filme desse certo, mas infelizmente não foi o que aconteceu comigo. Ao final, ficou aquela ponta de que talvez realmente façam um filme d’As Aves de Rapina como destaque, então nem tudo está perdido.


6 comentários:

  1. Oi, Lu! Tudo bom?
    Eu não espero desse filme nada além de clichês do gênero porém com girl power. A Bibs e a Duda amaram, então vou nesse fim de semana com o coração aberto \o

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Fui assistir ontem mesmo e achei o filme muito divertido. A Alerquina estava divina. Não estava esperando muita coisa, então não me decepcionei. Achei que as cenas foram bem produzidas mas o enredo normalzinho.

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  3. Não cheguei a ver o filme, até porque não faz muito meu estilo de gênero... mas ouvi alguns comentários negativos ;/
    Beijoo

    http://primaveraagridoce.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lu
    Eu assisti o trailer e achei meio Meh, não me surpreendeu muito, e essa voz da Harlequin é extremamente irritante, forte é você que conseguiu assistir até o fim.
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lu

    Um amigo meu diz que nesse filme a Arlequina é nada mais nada menos que uma adolescente com TDAH e pelo trailer posso ver que é isso mesmo. Hahaha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  6. eu tava tão empolgado pra ver o filme... uma pena saber que ficou tantas pontas soltas assim. :(

    quando vi o trailer, me animei muito pq parecia tão foda as mulheres unidas, lutando... vou tirar um dia pra ir assistir e ver se tbm sairei decepcionado. :(

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)