Resenha #472: O Labirinto de Fogo - Rick Riordan (Intrínseca)

Share:
Título: O Labirinto de Fogo
Título Original: The Burning Maze
Autor: Rick Riordan
Série: The Trials of Apollo #3
Páginas: 368
Ano: 2018
Editora: Intrínseca
Sinopse: Apolo, o deus mais glorioso e belo que já existiu, causou a ira de Zeus e foi expulso do Olimpo. Ele foi parar na terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em Nova York. Agora, ele é Lester Papadopoulos, um mortal desajeitado e sem poderes divinos. Para reconquistar seu lugar ao lado do todo-poderoso, Apolo terá que libertar cinco oráculos desaparecidos.
Com a ajuda de alguns amigos semideuses, como Percy Jackson, Leo Valdez e a desbocada Meg McCaffrey, Apolo conseguiu sobreviver às duas primeiras provações de sua temporada terrena. Agora, ele vai ter que enfrentar mais um componente do triunvirato do mal formado por antigos imperadores romanos e deve descer até o Labirinto de Dédalo para impedir que o terceiro imperador destrua o próximo oráculo da lista.



ATENÇÃO! Se você não leu os livros e/ou as resenhas anteriores, pode conter spoiler

Trocentos milhões de anos depois, cá estou eu de volta nas graças de Rick Riordan e As Provações de Apolo. Creio que foi uma boa dar essa pausa entre A Profecia das Sombras e este livro, visto que a leitura foi bem proveitosa.

Só devo dizer que qualquer pessoa escreveu A Profecia das Sombras menos o Riordan. Ou então meu estado de espírito não estava muito bom na época. Mas prefiro acreditar que foi algum bot pois eu adorei O Labirinto de Fogo do início ao fim.

De início, Apolo e suas piadas não estão de modo escrachado e sendo lançadas a qualquer momento. Sim, ele ainda tem uns comentários para aliviar a tensão da história, mas aqui todos esses comentários se encaixaram no momento certo, diferente do livro anterior cujo deus estava bastante caricato.

Impossível não comentar da evolução de Apolo, principalmente depois do fiasco do livro anterior. Apolo continua um jovem convencido, cheio de si e com um ego do tamanho do mundo, mas viver como mortal lhe tirou a venda dos olhos para vários aspectos, principalmente no quesito lealdade e amizade.


Claramente temos participações de outros personagens já conhecidos. Aqui, podemos matar um pouco a saudade de Grover, Piper e Jason. Os três são bastante importantes para a missão que Apolo e Meg vão ter de enfrentar no labirinto de fogo.

O livro tem um ritmo bem frenético, como todos os livros do autor. As cenas de ação são de tirar o fôlego e bem descritas. Os comentários sarcásticos e irônicos de Apolo durante as batalhas quebram um pouco o clima sério, mas sem deixar afetar o andamento das cenas.

Mas nem só de batalhas ganhas vive O Labirinto do Fogo. Há uma certa morte que, depois da morte da Bianca em A Maldição do Titã, foi a mais impactante que tive em todos os anos que já acompanho os trabalhos do Riordan.

O Labirinto do Fogo foi um alívio de continuação, depois de A Profecia das Sombras. O final já deixa um gancho para A Tumba do Tirano e o local de destino da nova batalha contra o Triunvirato.

Resenhas anteriores
Livro 1 - O Oráculo Oculto (The Hidden Oracle)
Livro 2 - A Profecia das Sombras (The Dark Prophecy)

6 comentários:

  1. O autor tem tantas séries que eu fico perdida. Dele só li o primeiro livro de Magnus Chase e não continuei. Eu não costumo gostar muito quando os personagens fazem comentários sarcásticos de maneira desnecessária.
    Que bom que o livro te agradou.
    https://blog-apaixonadaporpalavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Tudo bem?
    Que resenha mais maravilhosa amei amei. Estou anotando livros para ler este ano este já vai está nela.

    Beijos da Kah
    Blog Mundo da Kah
    Canal Blog Mundo da Kah
    Instagram

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lu! Tudo bom?
    Pulei um pouco a resenha porque não li o livro e gosto de ir com surpresa pras histórias do tio Rick, especialmente sequenciais. Lembro vagamente do anterior - então vou me ferrar quando pegar esse UHASUHASUHASUHASUH - mas é o Apolo, então sei que vai ser perfeito <3

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu, o único que ainda pode me salvar nas fantasias é o Riordan rsrsrs Eu preciso voltar pra essa série urgentemente!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu!
    Demorei mas vim ler <3
    Eu amo a sintonia pq SIM, depois de a A Maldicao do Tita, esse e de fato o livro dele que mais me chocou. Ainda nao acredito as vezes que ele meteu a faca em um dos protagonistas, mass. De fato foi necessario.
    Eu amo o tom desse livro e do quanto ele e bom, diferente do 2 q e so mimimi.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)