Resenha #407: Aprendendo A Seduzir - Patricia Cabot (Essência)

Share:
Título: Aprendendo a Seduzir
Título Original: Educating Caroline
Autor: Patricia Cabot
Série: ---
Páginas: 368
Ano: 2016
Editora: Essência
Sinopse: O que qualquer mulher faria se flagrasse o noivo aos beijos com outra mulher?Cancelaria o casamento e nunca mais colocaria os olhos no desalmado traidor. Certo?
Não lady Caroline Linford.
Apaixonada pelo belo e galante marquês de Winchilsea, ela não se dá por vencida e resolve ir em frente com o casamento. Afinal, lady Linford ama seu prometido.
Com o intuito de se tornar o único objeto do desejo de seu noivo, ela convoca o renomado Braden Granville, mestre na arte da sedução, para, com ele, aprender a ser a melhor amante que Winchilsea pode vir a ter.
Porém, a aluna se torna tão aplicada que arrancará mais que elogios de seu professor...



Pra quem não sabe, a Meg Cabot inventou seu pseudônimo Patricia Cabot para lançar romances de época por vergonha da sua avó ler as cenas mais quentes das histórias. Um deles lançados foi Aprendendo a Seduzir. Eu curti a história, com algumas ressalvas.

O romance em si foi um tanto morno. Caroline e Branden têm uma boa química, mas senti que faltou algo entre os dois. Branden tem sua fama de mulherengo, mas no fundo é um homem doce e gentil com aqueles que ele se preocupa. Já Caroline, eu achei ela um tanto passiva em algumas situações, então pra mim ela foi bem média.

Gostei do livro não deixar o foco somente no casal. Há capítulos focando no casal adúltero, fora um pequeno suspense envolvendo o irmão de Caroline e sua tentativa de homicídio. Meg/Patricia trabalhou bem a questão dos novos-ricos do século XIX e o preconceito da sociedade, assim como o movimento sufragista.


Como nunca li nada da Meg, assinado com seu nome, não posso fazer comparações a esse livro. Porém, como Patricia, gostei muito da sua escrita. Mesmo achando a escrita bem fácil, por outro lado me incomodei um pouco com as longas descrições sobre os conflitos internos dos personagens.

Tenho um pequeno comentário em relação a quantidade de páginas. Na minha concepção, se ele tivesse umas cinquenta páginas a menos, a leitura teria sido melhor. Em certo momento, ficou um tanto repetitivo o ciclo entre Caroline e Branden: ela tentava resistir, mas bastava aquele velho toque e ela cedia. Um jogo de sedução é interessante, porém quando começa a repetir fica cansativo.

Dois personagens que eu gostaria de ver uma história seria de Emily (amiga de Caroline) e Tommy (irmão da protagonista). As poucas interações entre os dois deu pra perceber uma boa química e eu queria que fosse explorada, quem sabe, num futuro romance.

A Essência está relançando os livros da Patricia/Meg Cabot com uma nova roupagem. Confesso que acho essa capa bem mais bonita que a anterior. Os próximos relançamentos serão A Rosa do Inverno e A Dama da Ilha.

16 comentários:

  1. Oie, tudo bem?
    Ainda não conhecia, e curti a capa do livro... bem bonita
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Já li alguns livros da Meg Cabot, mas não sabia que ela tinha criado esse pseudônimo. É bastante diferente dos tipos de enredos criado por ela.
    Como eu gosto de romances de época, vou dá uma chance e conhecer o livro em breve.

    Beijos
    Eliana
    https://construindoestante.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lu
    Eu li esse livro há alguns anos e eu simplesmente amei. Prefiro a Meg como Patricia porque suas histórias são mais legais, talvez pelo gênero. Senti até saudades agora haha

    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Luiza.
    Eu prefiro mil vezes a Meg escrevendo como Patrícia. Os que ela escreve como Meg são bem mais fracos. Pelo menos os que eu li hehe. Esse eu ainda não li, mas amo essa capa. É bem mais bonita que a outra mesmo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu! Eu gosto da Meg como Patricia e acho uma pena ter relançamento ao invés de novidades. Adoraria conferir outros títulos de Patricia Cabot. Acho que ela manda bem demais em romances nesse estilo. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oi
    nunca li nada dela como Patrícia, só os livros publicados como Meg e os poucos que li gostei das histórias, que bom que gostou de ler esse livro, mas confesso que não me empolguei em ler, pelo que falou. Gostei da resenha.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu, eu acho que vc vai gostar mais de A rosa do inverno, o casal é bem mais explosivo rsrsrs mas particularmente gosto muito de Aprendendo a Seduzir, foi o segundo da Meg que eu li e lembro que amei!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu
    Olha, não sabia sobre a história da avó da Meg, fiquei surpresa! rsrs
    Eu adoro os livros da Meg, mas nunca li nada com este pseudônimo, tenho vontade de conferir algum livro, mas não sei qual.
    No momento estou focando em ler Os Bridertons hehe

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu, td bem?
    Eu já li uma trilogia da Meg Cabot, ela tem uma escrita bem leve e fácil msm. Mas sempre tive curiosidade pra ler um desses romances de época dela tbm!
    Ela inventou um pseudônimo só por causa da avó kkkk Mas com o msm sobrenome, será q funcionou? hahah
    Bem linda essa capa msm 😍
    Bjs
    A Colecionadora de Histórias - Blog

    ResponderExcluir
  10. Mas se fosse pra criar um pseudônimo então que no mínimo mudasse o sobrenome também né? AHUSHAUSH Foi automático eu ler o nome da autora e associar à Meg, hahaha. Além disso, a capa já diz que Patricia é Meg, achei desnecessário.
    Enfim, sobre o livro, gostei do fato dele permear outras histórias além da relação principal entre os protagonistas, eu leria facilmente esse livro, mas também me irrito quando começa a haver repetições de cenas e ações.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ☆ Tá rolando a SALE DE INVERNO da AMARO e seria ótimo se você clicasse em um dos links azuis desse texto para conhecer a loja parceira do blog>> Achadinhos de Inverno

    ResponderExcluir
  11. Oi Lu!
    Eu nunca li nada da Meg que não fosse a série A Mediadora e eu gosto muito, mas nao sei se esses romances dela funcionariam comigo. Penso que nao, embora tenha um que saiu pela Record, com o mesmo pseudônimo que eu gostei da sinopse e fiquei interessado.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Luiza!

    Fiquei curiosa para ler este livro. Parece uma boa leitura...

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu, tudo bem?
    Nossa, faz MUITO tempo que não leio nada da Meg cabot, fiquei com vontade viu?
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu, tudo bem?
    Nunca li nada da Meg/Patricia, mas já tinha anotado uns livros da Patricia que eu gostaria de conferir. Bom saber que são legais!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  15. Oi, Lu

    Meu primeiro contato com a autora (como Meg ou Patricia) vai ser através desse livro.
    Não gostei do nome do carinha não, achei feioso. Hahaha
    Espero gostar, vamos ver.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)