Resenha #356: A Torre do Amor - Eloisa James (Arqueiro)

Share:
Título: A Torre do Amor
Título Original: Once Upon a Tower
Autor: Eloisa James
Série: Fairy Tales #5 / Contos de Fadas #4
Páginas: 352
Ano: 2018
Editora: Arqueiro
Sinopse: Quando Gowan, o magnífico duque de Kinross, decide se casar, seu plano é escolher uma jovem adequada e negociar o noivado com o pai dela. Ao conhecer Edie no baile de apresentação dela à sociedade, ele acredita que, além de linda, ela também seja a dama serena que ele procura e imediatamente pede sua mão.
Na verdade, o temperamento de Edie é o oposto da serenidade. No baile, ela estava com uma febre tão alta que mal falou e não conseguiu prestar atenção em nada, nem mesmo no famoso duque de Kinross. Ao saber que seu pai aceitou o pedido do duque, ela entra em pânico. E quando a noite de núpcias não é tudo o que podia ser...
Mas a incapacidade de Edie de continuar escondendo seus sentimentos faz com que o casamento deles se desintegre e com que ela se recolha à torre do castelo, trancando Gowan do lado de fora.
Agora o poderoso duque está diante do maior desafio de sua vida. Nem a ordem nem a razão funcionam com sua geniosa esposa. Como ele conseguirá convencê-la a lhe entregar as chaves não só da torre, mas também do próprio coração?


Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe
Essa resenha é livre de spoilers

A Torre do Amor é o quarto livro da série Contos de Fadas. Aqui vamos acompanhar a história da lady Edith “Edie” Gilchrist e o duque de Kincross, Gowan Stoughton. A leitura foi um pouco diferente do que estou acostumada em romances de época, mas no final das contas foi uma boa leitura.

Edie e Gowan são personagens que irão te encantar desde o começo. Edie é uma violoncelista que ama e respira música, de uma personalidade encantadora, leal e determinada. Gowan é um mocinho que teve de tomar as rédeas da casa muito cedo, sendo bem responsável e focado. Com Edie, ele revela aquele lado intenso e sedutor dos escoceses, ao mesmo tempo que demonstra um carinho e dedicação enormes pela moça.

A princípio, o livro pode parecer mais um clichê, mas à medida que a leitura vai avançando, a autora vai abordando assuntos um tanto diferentes do que estamos acostumados. De primeira, o casal são bem novos, se comparados com os que geralmente estrelam romances de época. Edie tem 19 anos e Gowan, 22 anos; e logo os dois trocam votos de casamento.

O foco da história aqui é realmente a vida matrimonial. Acompanhamos Edie e Gowan tentando aprender como ter uma pessoa na sua vida, tentando organizar suas vidas para que possam atender as necessidades um do outro. Mas nem tudo são flores, já que - principalmente - Edie e Gowan possuem suas dúvidas e inseguranças em relação ao seu casamento. Por virem de famílias um tanto disfuncionais, os dois têm medo que o casamento vá para o mesmo caminho. Se hoje em dia, casais ainda não têm uma boa comunicação, imagina naquele tempo que casamento era sinônimos de negócios.


Outro detalhe que eu gostei da Eloisa ter focado é na vida sexual do casal. Nos romances de épocas geralmente vemos que o casal é bem satisfeito nesse âmbito, mas aqui não é bem assim que a banda toca. Por serem dois inexperientes nesse aspecto (sim, o mocinho aqui ainda era virgem), Edie e Gowan também passam por problemas nesse aspecto, o que faz com que você fique com o coração na mão. Edie não consegue aproveitar o ato e Gowan percebe o problema da esposa e não sabe como abordar ou como resolver a situação. Deixo bem claro que em nenhum momento Gowan força a situação com Edie. É de partir o coração ver Edie achar que nunca vai conseguir ter prazer com o marido assim como a dor que Gowan sente ao ver que a esposa sofre calada por medo de que ele possa perder o interesse nela.

Destaque para Layla, madrasta de Edie. Layla tinha tudo para odiar a enteada, mas no fim das contas é sua melhor amiga. Assim como em Edie e Gowan, vemos os problemas matrimoniais em Layla e o pai de Edie, lorde Gilchrist. A relação de Layla com a pequena é muito fofa e de se admirar, fora que a madrasta foi responsável por uma das melhores cenas que já li em toda essa minha vida de leitora de romance de época. Eu estava virando as páginas com os pés porque minhas mãos estavam ocupadas aplaudindo.

Depois da decepção que foi A Duquesa Feia, A Torre do Amor veio para mostrar que nem sempre todos os casais de romance de época são 100% felizes e satisfeitos no casamento.


Resenhas anteriores
Livro 1 - Quando A Bela Domou A Fera (When Beauty Tamed the Beast)
Livro 2 - Um Beijo À Meia-Noite (A Kiss at Midnight)
Livro 1.5 - Storming the Castle
Livro 3 - A Duquesa Feia (The Ugly Duchess)
Livro 4.5 - Seduced by a Pirate

13 comentários:

  1. Olá Luiza,

    Essa é a segunda resenha que leio hoje desse livro e ambas positivas, espero um dia poder ler algum livro da autora, ótima resenha...bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lu! Tudo bom?
    Eu vi muitas resenhas dizendo que o anterior foi uma decepção e esse fez o amor pela série nascer de novo, então fico mais aliviada por saber que descarrilha, mas volta pros trilhos :P
    Tô com o primeiro volume aqui e vou tentar passar na frente de outros!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Lu, tudo bem?
    Adorei as diferenças desse romance em relação aos outros de época. Confesso que acho exaustivo ler como os casais gozam inúmeras vezes e com uma facilidade assombrosa hahaha! Bem legal essa dica!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu

    tão bom qd um livro é real né?! kkkkkkkkk
    onde nem td é perfeito nas 4 paredes
    tenho mt interesse na série!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu,

    Eu tentei ler o primeiro livro dessa série e confesso que não gostei muito e por isso desisti de acompanhar os outros. Acho que a escrita da autora não bateu muito com meu gosto de leitura.
    Mas fico feliz que tenha gostado!
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu!
    Como eu já te disse, essa série me interessa. Não por ser reconto em si, mas por ter elementos que remetam. Eu fiquei bastante animado com os primeiros mas acabei criando um pé atrás desde o último que tu resenhou. Bom que esse foi melhor. A Edith parece muito legal.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu! Gostei demais desse livro justamente por essa pegada mais realista! E a madrasta da protagonista é realmente ótima! Um dos melhores da série!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Mas gente que série gigante! Não estou por dentro hahaha
    Adorei a classificação "babadíssimo" kkkkk super divertido. Então, como você disse esse volume da série se baseia mais na vida matrimonial e tals, acho que está um pouco fora das coisas que estou lendo no momento. No entanto fica uma ótima dica de leitura para quem curte mais o gênero.

    www.estupefaca.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu! Tomara que esse venha com uma história tão empolgante quanto a do primeiro, eu achei que os volumes dois e três nunca o superaram. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Excelente Artigo !! Eu estou adorando visitar blog, sempre tem conteúdo de muita qualidade .... São muitos legais, e interessante ....

    Parabéns !!!!

    Posso compartilhar este artigo no meu Facebook ?


    Meu Blog: Loterias Estaduais

    ResponderExcluir
  11. Oi
    Achei essa história bem fofinha, resenhei ela essa semana também, gosto muito de conto de fadas e por isso sou suspeita em falar :D
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  12. Oi, Lu

    A Layla é ótima! E eu amei real esse livro, ainda bem, porque o segundo e o terceiro me decepcionaram bastante.


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Luiza.
    Esse ano devo conferir os livros da Eloisa James, e caramba, sua resenha me deixou mais que animada para as leituras. Quero muito conhecer esses personagens, principalmente a madrasta.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)