Resenha #235: Um Beijo À Meia-Noite - Eloisa James (Arqueiro)

Share:
Título: Um Beijo À Meia-Noite
Título Original: A Kiss At Midnight
Autor: Eloisa James
Série: Fairy Tales #1 / Contos de Fadas #2
Páginas: 320
Ano: 2017
Editora: Arqueiro
Sinopse: Kate Daltry é uma jovem de 23 anos que não costuma frequentar os salões da alta sociedade. Desde a morte do pai, sete anos antes, ela se vê praticamente presa à propriedade da família, atendendo aos caprichos da madrasta, Mariana. Por isso, quando a detestável mulher a obriga a comparecer a um baile, Kate fica revoltada, mas acaba obedecendo. Lá, conhece o sedutor Gabriel, um príncipe irresistível. E irritante. A atração entre eles é imediata e fulminante, mas ambos sabem que um relacionamento é impossível. Afinal, Gabriel já está prometido a outra mulher – uma princesa! – e precisa com urgência do dote milionário para sustentar o castelo. Ele deveria se empenhar em cortejar sua futura esposa, não Kate, a inteligente e intempestiva mocinha que se recusa a bajulá-lo o tempo todo. No entanto, Gabriel não consegue disfarçar o enorme desejo que sente por ela. Determinado a tê-la para si, o príncipe precisará decidir, de uma vez por todas, quem reinará em seu castelo. Um Beijo À Meia-Noite é um conto de fadas inspirado na história de Cinderela. Com um estilo que combina graça, encanto e sedução, Eloisa James escreve uma narrativa envolvente, com direito a fada madrinha e sapatinho de cristal.


Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe
Essa resenha é livre de spoilers

Só pelo título e a capa, já dá pra perceber que esse livro é inspirado em Cinderela. E eu acho que as inspirações acabam por aí.

Katherine Daltry é uma jovem de 23 anos que sabe tudo sobre comandar terras e arrendatários, mas não sabe nada sobre ser uma dama. A personagem é cheia de atitude e sempre tem uma resposta na ponta da língua, principalmente quando está com sua madrasta Mariana. Kate poderia ter jogado tudo pro alto quando seu pai morreu, porém ela se preocupa com o destino dos empregados e das pessoas que moram em sua terra caso ela deixe tudo nas mãos de Mariana.

Praticamente o príncipe Gabriel Albrecht-Frederick William von Aschenberg of Warl-Marburg-Baalsfeld (criatura é mais nome do que gente) vive o mesmo dilema. Ele está sendo obrigado a casar com uma princesa russa para que seu dote o ajude a manter seu castelo e todos moram nele, indo dos empregados até um leão que, aparentemente, tem um gosto peculiar no menu. Tudo que Gabriel queria cair no mundo, escavando e descobrindo mais sobre o passado.

Tinha tudo para dar errado, mas gostei desse senso de responsabilidade de Kate e Gabriel. Apesar da grande atração que sentem um pelo outro, eles sabem que não podem ficar juntos por inúmeros motivos. Mas isso não impede que tenham alguns momentos juntos. A interação dos dois gera diálogos super espirituosos, já que Kate não tem papas na língua e Gabriel sempre quis que alguém visse mais que o príncipe nele.


A história pode ter sido inspirada em Cinderela, mas alguns detalhes passam longe do conto de fadas. Kate não tem a Síndrome de Cinderela e sempre bate de frente com a madrasta, principalmente quando se trata do bem estar de seus arrendatários. A relação entre Kate e Victoria (sua meia-irmã) tinha tudo para dar errado, mas as duas se amam e tem uma amizade bonita.

Assim como no conto original, nossa Cinderela aqui tem uma fada madrinha que é realmente madrinha mesmo. Henry (nome que Henriqueta gosta de ser tratada) é uma senhora muito engraçada, sem papas na língua. Ela me lembrou muito a nossa querida Lady Danbury, se ela fosse um tanto mais ousada em certos assuntos.

Os animais roubam a cena no livro. No palácio, temos alguns animais residentes (naquela época provavelmente era super normal ter um leão de estimação) (eu acho) , como uma elefanta e uma macaquinha que nunca se separam. Aos amantes de doguíneos, temos um trio de diferentes personalidades, mas muito fofos.

Apesar de fazerem parte da mesma série, os livros podem ser lidos em qualquer ordem. O comum entre eles é só a inspiração nos contos de fadas, já que nem os personagens se cruzam em algum momento.

Um Beijo À Meia-Noite foi uma leitura bem rápida, apesar da quantidade de capítulos que o livro possui. Só sei que já quero o próximo livro.


Resenhas anteriores
Livro 1 - Quando A Bela Domou A Fera (When Beauty Tamed The Beast)

19 comentários:

  1. Oi Lu, tudo bem?
    Eu já tinha visto esse livro, mas não sabia muito bem da história. Apenas tinha visto a capa e passou sabe... Agora com a sua dica, fiquei com curiosidade para ler!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lu.
    Eu ainda não tinha lido a sinopse do livro e já curti. Eu ainda não li o primeiro, nem sei porque, mas estou animada para ler as obras, já que muita gente diz maravilhas sobre elas. Só não curti muito a capa kkkk mas o resto tá de boa.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Lu, tudo bem?
    Achei legal que essa mocinha seja mais ousada que a Cinderela! O livro tem uma pegada de romance de época, né?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Olá Lu! Tudo bem?

    Eu adorei a premissa, me remete a história de Cinderela com alguns dos detalhes mudados e com um romance mais desenvolvido em um triângulo amoroso. Apesar de ser um aproveitamento de história e nada original eu gostei da proposta.

    Grande abraço!
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  5. Achei a história bem interessante :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Luiza, eu já ouvi muitas indicações do livro Quando a Bela Domou a Fera, e faz um tempão que quero ler, e depois da sua resenha quero muito ler o primeiro para depois ler esse!
    Parabéns pelo seu blog!
    Estante Clássica

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu!
    Eu realmente queria ter paciencia para ler esses livros, mas o genero nao me desce facil, porque eu acho tudo tao batido. Parece tudo a mesma coisa, so muda o nome da personagem kkk.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Luiza.
    Eu amo capas na cor azul, mas não sei porque não gostei muto dessa. Vamos ver quando eu pegar na mão. Gostei de saber sobre o enredo e que a Cinderela bate de frente com a madrasta. Era o que fazia falta no conto hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Never heard about this, but it sounds interesting. :)

    Visit me at:
    Shoot for the stars

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lu! Ainda não conhecia o livro, mas eu sou a louca das adaptações dos conto de fadas, tudo que tem esse tema eu quero dar uma bisbilhotada (eita, rimou kjaklhs) e Cinderela é o meu conto favorito, então nem preciso falar que essa resenha me deixou curiosa, né? Adorei!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  11. Oi Lu!
    Esse livro é minha leitura do momento e estou curtindo bastante. Acabei de conhecer Henry e a adorei, ela é bem espirituosa mesmo! Estou adorando.
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu! Eu ainda estou lendo o livro, mas estou gostando do casal e principalmente da protagonista. E concordo que o cachorros são ótimos <3 já quero todos da autora hehehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu, como vai?
    Já estou com este livro aqui. É uma das próximas leituras e sua resenha me deixou bem animada para conferir. Só um adendo... De onde veio este nome imenso??? kkkkkk
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  14. Histórias que tem casais que não podem ficar juntos, cortam meu coração. Já anotei a dica Lu, fiquei bem curiosa para conhecer! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Lu, tudo bom?
    Eu tô com o primeiro livro da série aqui e vou ler em Janeiro, QUE ÓTIMO QUE O 2 É BOM TAMBÉM!
    Cinderela que não tem personalidade de Cinderela é minha religião. Cinder mandou beijos e agradeceu a todos os envolvidos, gosto assim. Bate de frente mesmo!
    Vou tentar angariar fundos pra comprar esse livro e ler em sequência ao primeiro, oremos para o deus do capitalismo opressor.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Lu, sua linda, tudo bem?
    Saudades de você!!! Você sabe que adoro contos de fada então quando vi essa nova série da Arqueiro já me apaixonei!! Mesmo que não seja tão fiel ao conto original, estou louca para ler. Esse leão me lembrou de um filme que vi quando era menor, que o leão também era de estimação e era vesgo, no fim dão um óculos para ele, risos... Amei a resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Lu,

    Adorei sua resenha, adoro suas impressões, principalmente na parte, 'criatura é mais nome do que gente'
    Bom, comecei a ler este livro hoje, ainda não tenho opinião formada, mas gostei de saber que adorou!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  18. Oi Lu!
    Estou lendo "Quando a bela domou a fera" e vou emendar com esse livro. Dei uma olhada rápida na resenha e não tem dúvida que vou amar.
    Beijinhos
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
  19. Vi a capa desse livro no skoob e relacionei logo o sapato com o conto. Adoro contos de fadas e a Cinderela é uma das minhas preferidas, nem sei por que. rs
    Adorei a resenha, saber da personalidade dos protagonistas me deixou ainda com mais vontade de ler, parece ser aquele tipo de leitura leve que adoro pra passar uma tarde calma. Já que podem ser lidos sem uma ordem específica, vou começar por este.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)