Resenha #803: Sadie - Courtney Summers (Plataforma21)

Título: Sadie
Título Original: ---
Autor: Courtney Summers
Série: ---
Páginas: 392
Ano: 2019
Editora: Plataforma21
Sinopse: Uma garota foi brutalmente assassinada. Seu corpo foi encontrado entre um pomar de macieiras e uma escola incendiada nos arredores de Cold Creek, Colorado. Seu nome era Mattie Southern, e ela só tinha treze anos.
A pequena Mattie era a única conexão de sua irmã mais velha, Sadie Hunter, com o mundo. Quando elas foram abandonadas pela mãe, que era viciada em álcool e outras drogas, Sadie cuidou da irmãzinha como se nada mais importasse.
Agora, tudo o que a garota de dezenove anos quer é fazer justiça com as próprias mãos. E nem mesmo a gagueira que dificulta sua comunicação vai impedi-la de encontrar o paradeiro do assassino. Desde que partiu atrás do abusador que tirou a vida de Mattie, Sadie nunca mais foi vista. O que aconteceu com ela?
A única pessoa disposta a encontrar respostas é o jornalista West McCray. Quando a polícia não conseguiu resolver o caso, a avó de consideração das garotas pediu a ajuda dele. O repórter está seguindo o rastro de Sadie e, ao longo de sua investigação, ele produz um podcast. Cada pista descoberta revela uma verdade desoladora.
Dividido entre o podcast de West McCray e a narrativa da personagem, Sadie é um thriller que perturbará você até a última página. Afinal, uma garota desaparecida é sempre uma história inacabada.


Depois que descobri a maravilha que são os audiobooks, quase sempre faço leitura acompanhando junto com esse formato. Entretanto, Sadie foi o primeiro livro que eu acompanhei somente por áudio e foi uma experiência incrível e ao mesmo tempo revoltante.

Quando sua irmã mais nova é assassinada brutalmente, Sadie sai em busca de vingança. Preocupada com a sua única neta restante, a avó de Sadie entra em contato com o jornalista West McCray, que realiza a gravação de um podcast enquanto procura pela jovem.


A história é dividida entre duas narrações: a da personagem título e a de West. Enquanto vemos Sadie a caminho da vingança por aquele que acha que matou sua irmã, temos West em seu rastro ao mesmo tempo que grava seu podcast. É uma forma diferente de mostrar presente e passado, o que achei bem legal. Com Sadie, você vai juntando pedaços da história; já com West, você consegue ver esse mesmo pedaço mas por outro ângulo.

Durante a narrativa de Sadie, sofremos juntos da personagem com o luto pela irmã assassinada, a mágoa por nunca ter sido amada pela mãe como esta amava Mattie, a raiva que ela sente por toda a situação e principalmente sua determinação em achar o culpado. Já com West, eu me senti realmente ouvindo um podcast de crime real, com todo o clima investigativo e as entrevistas feitas. Eu também ficava bem ansiosa para que ele chegasse logo por onde Sadie passou, além do fato de saber onde ela está.

Eu me vi envolvida na história do começo ao fim. Sadie é dito ser um thriller, mas o suspense mesmo fica por conta de tudo que acontece ao redor da personagem, inclusive quando se passa para a visão de West. O audiobook possui mais ou menos oito horas de duração e eu escutei todo em dois dias de tão vidrada. Queria saber sobre o destino de Sadie, o assassino de Mattie, estava envolvida demais na vida dessas personagens, assim como West. A narradora de Sadie foi perfeita em passar todos os sentimentos da personagem.

Pelo alerta de gatilho/conteúdo dá pra ver que o livro aborda sobre abuso infantil e pedofilia. A história de Sadie, Mattie e várias outras crianças é tão próxima da realidade que chega a ser revoltante. E sempre volta naquela questão da índole da pessoa ser boa e gentil, por ter uma família... e isso também é algo super real.

A reta final é super angustiante e o final me deixou bem pensativa e melancólica com tudo que ouvi. Foi até difícil escrever essa resenha já que essa é o tipo de história que você precisa ter a experiência de leitura (e se possível ouvir também) para poder entender. Com certeza Sadie vai figurar entre os melhores do ano.

3 Comentários

  1. Olá, Luiza.
    Já fiquei super interessada no livro. O enredo é bastante interessante. Mas audiobook não dá pra mim não. Já tentei e achei horrível. Não tenho paciência de ouvir alguém narrando a história, prefiro eu mesmo ler hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu, estou precisando de livros que prendam assim! E preciso testar mais vezes o audiobook e passar por essa experiência completa!

    Bjs, Mi

    Na Nossa Estante

    ResponderExcluir
  3. I love thrillers and this book sounds perfect for me. Thanks for the review!
    xoxo
    Lovely
    www.mynameislovely.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)