Resenha #452: Man Cuffed - Sarina Bowen & Tanya Eby (Tuxbury Publishing LLC)

Share:
Título: Man Cuffed
Título Original: ---
Autor: Sarina Bowen & Tanya Eby
Série: Man Hands #4
Páginas: 254
Ano: 2019
Editora: Tuxbury Publishing LLC
Sinopse*: Mac
Um bom policial sempre pode detectar problemas. É por isso que meus sentidos começaram a tocar no momento em que conheci a gostosa da casa ao lado. A vizinhança pode nunca mais ser a mesma. Primeiro, ela me confunde com um stripper e tenta tirar meu uniforme. (Os caras da força nunca vão me deixar esquecer) E depois há uma invasão na sua casa.
Eu não sei o que fazer com ela. Minha libido tem algumas idéias próprias, no entanto. Más, más idéias.
Meg
Ei, não é minha culpa que o cassetete do Policial Gostosão fique excitado toda vez que nos vemos. E não é minha culpa que alguém invadiu o apartamento dele.
Tudo bem - essa última coisa foi totalmente minha culpa. E pretendo fazer as pazes. Então, quando ele precisa de um encontro para o casamento de sua irmã, eu estou lá. Isso eu consigo fazer. Eu sou uma atriz. Quando acabar, toda a família dele acreditará que somos um casal.
Até ele.
Aviso: pode causar risadas desenfreadas em público. Contém: uma bridezilla com uma perna de peru, uma flash mob e um herói crescido.



*ARC recebida através da autora em troca de uma opinião honesta*


Man Cuffed é o mais novo trabalho do duo Sarina Bowen & Tanya Eby. Apesar de ser o quarto livro da série (que eu só fui descobrir já na leitura), você pode ler sem ter lido os outros pois a história é independente.

Meg se tornou uma das minhas mocinhas de romances favoritas. Ela é divertida, engraçada e alto astral. A vida não foi muito boa a ela, tanto na profissional quanto na amorosa, mas isso não faz com que diminua seu espírito animado. Meg também é bastante determinada e sabe o que quer; no caso quem ela quer, o policial bonitão Mac Maguire.

Mac é um cara bastante reservado e gosta da rotina. Por conta de uma baita decepção amorosa no passado, ele não dado a relacionamentos. Mac é bastante introvertido, mas no fundo ele é um homem bastante carinhoso, charmoso e leal.

Meg e Mac são um casal maravilhoso. A dinâmica dos dois me lembrou muito o casal de Donut Disturb e, nessa constatação, eu já sabia que iria adorar a história. Os dois têm uma boa química e suas interações são regadas a flertes e conversas divertidas.


Gostei muito do fato de Meg ser aberta e honesta sobre seu interesse por Mac. Ela sabe que o cara é avesso a relacionamentos sérios, mas ela não se deixa intimidar. Meg sabe que os sentimentos de Mac são recíprocos, porém ele tem medo de se envolver justamente pela decepção no passado (que, cá entre nós, foi uma baita filha da putagem das outras duas partes envolvidas).

Outro fato que achei interessante, mesmo que tenha sido abordado brevemente, foi a questão da diversidade racial nas produções audiovisuais. Como a própria Meg declara, a produção quer escalar alguém de cor (odeio essa expressão, mas foi a única que consegui lembrar; então se alguém aí tiver alguma outra melhor e menos bruta, dá um grito nos comentários), mas não alguém que isso seja tão evidente.

"Às vezes, o elenco quer alguém que seja étnico, mas não muito étnico. Pegue minha irmã, Sadie. As pessoas pensam que ela é indiana, ou espanhola, ou apenas realmente bronzeada. Ela tem um tom dourado que é bastante popular em Hollywood no momento. Ela é étnica de uma maneira que, para eles, é interessante sem especificidade.
Mas eu pareço mais com o nosso pai. Aliso meu cabelo para audições, mas naturalmente tem muita textura. E meu tom de pele é mais escuro que o de Sadie. Meu instinto diz que um executivo farmacêutico em algum lugar decidiu não alienar seus consumidores de absorventes brancos colocando-me nesse anúncio."*

Já havia lido alguns trabalhos da Sarina (seja solo ou com a Elle Kennedy), mas nunca com a Tanya Eby. Posso dizer sem sombra de dúvida que foi uma leitura divertida e bem gostosinha de se fazer. A escrita das duas é bem fluída e a história tem um toque bastante cômico. Com certeza vou conferir os outros livros da série.

Man Cuffed tem seu lançamento oficial no próximo dia 19 de novembro

* Tradução feita por mim

12 comentários:

  1. Oi Lu, confesso que ri só de ler a sinopse e adorei essa capa. rezando pra alguma editora trazer esse livro urgentemente!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante do artigo de hoje, sempre estou aqui acompanhando seu blog. Tenho aprendido muitas coisas legais aqui e te agradeço por compartilhar...

    Beijos 😘.

    Meu Blog: Blog Dicas de Saúde

    ResponderExcluir
  3. um maximo seu alerta de risadas em público hahah deve ser msm uma leitura legal

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu,
    Conheço a Sarina de ver os livros dela com a Elle, porém não tive nenhum contato com sua escrita. E esse parece ser um livro bem alto astral, gostei, já quero ler!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. OILu, gostei da dica do livro. Parece mesmo uma leitura divertida e com toque apimentado.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
  6. Oi! Apesar de não ler muitos romances nessa pegada, eu gostei muito da premissa dessa história! Adorei o fato da protagonista ser de bem com a vida, mesmo com as topadas pelo caminho, e esse policial parece que será uma fofura! Amei a dica!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  7. Eu dei risada lendo essa sinopse, mas confesso que não é meu tipo de leitura. Eu simplesmente não consigo ser fisgada. Daí, nem começo. Porque livro empacado me deixa tensa. hahahaa Cheia dos TOCs.
    Mas, adorei saber um pouco mais sobre o livro. Parabéns pela resenha.
    Beijão

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  8. Oi, Luiza.
    O livro parece ser delicioso.
    Vou anotar a dica aqui e colocar o livro na minha lista de desejados. Vou aproveitar também e procurar os livros anteriores, porque sou cheia de manias e, mesmo sabendo que dá para ler esse livro numa boa, faço questão de ler as histórias na ordem! Rs...
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  9. Confesso que pela capa o livro não me desperta interesse, mas sua resenha sim. Gostei de saber que a autora abordou questões importantes como diversidade, mesmo que tenha sido de forma mais superficial. De qualquer forma, deixei sua dica anotadinha.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem por aí?

    Meu interesse foi automaticamente desperto após essa sinopse. Achei ela muito engraçada haha e a capa, então? Eu achei um máximo, porque ela aparenta ser de uma história "mais do mesmo", mas que tem tudo para me surpreender, pelo o que li em sua resenha.

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!!!
    Eu fiquei com um pé atrás na hora que li a sinopse, mas adorei ver mais na resenha e que não parecia apenas um romance hot.
    O que é mais incrível é que estou numa aula em que estávamos falando acerca do drama e que tinha a questão do que chamamos de black face, e como a mídia desvaloriza as pessoas negras.
    Adorei a resenha e o livro!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)