Resenha #217: Without Merit - Colleen Hoover (Atria Books)

Share:
Título: Without Merit
Título Original: ---
Autor: Colleen Hoover
Série: ---
Páginas: 384
Ano: 2017
Editora: Atria Books
Sinopse*: A família Voss é qualquer coisa menos normal. Eles moram em uma igreja reutilizada, recém-batizado de Dollar Voss. A mãe, uma vez atingida pelo câncer, vive no porão, o pai é casado com a antiga enfermeira da mãe, o pequeno meio-irmão não tem permissão para fazer ou comer nada divertido, e os irmãos mais velhos são irritantemente perfeitos. Então, há Merit.
Merit Voss coleta troféus que não ganhou e os segredos de sua família a obrigam a manter. Ao navegar na loja de antiguidades local para o próximo troféu, ela encontra Sagan. Sua inteligência e o idealismo sem remorso se desarmam e despertam a vida renovada para ela - até descobrir que está completamente indisponível. Merit recua mais profundamente em si mesma, observando sua família do lado de fora quando ela aprende um segredo que nenhum troféu no mundo pode consertar.
Com as mentiras, Merit decide quebrar a feliz ilusão familiar de que ela nunca fez parte antes de deixá-los para trás. Quando seu plano de fuga falhar, Merit é forçado a lidar com as consequências surpreendentes de dizer a verdade e perder o único garoto que ela ama.


Colleen Hoover é daquele tipo de autor que, quando você pensa que ele não poderia desgraçar mais tua mente, ele vai lá e faz. Foi isso que aconteceu comigo em Without Merit.

Se fôssemos procurar no dicionário a definição de família disfuncional, ao lado estaria uma foto dos Voss. A sinopse já dá um breve vislumbre da família: o pai que casou com a enfermeira que cuidava da mãe agorafóbica; os irmãos perfeitos e super unidos; o meio-irmão mais novo que é privado de tudo… conhecemos a família Voss pelos olhos de Merit.


Logo nos primeiros capítulos do livro, percebemos que não só os outros Voss têm probleminhas; Merit também sua parcela. A história é narrada pelo ponto de vista dela e assim temos nossas impressões sobre a família de Merit a partir do que ela pensa deles. Tudo que ela nos conta sobre eles vai fazer você odiá-los com todas as suas forças e querem arrastar a cara de todo mundo no asfalto. Eis que Merit decide expôr todo mundo e é aí que as máscaras caem.

Esse gif representa bem Merit e sua decisão
Segredos e mais segredos são revelados por Merit e todos da família têm que arcar com as consequências deles. Creio que a narração da sequência que levou à explosão de tudo na Dollar Voss foi um dos capítulos mais tensos que já li nessa vida de leitora. Depois de toda a exposição, junto com Merit vemos a família dela com outros olhos. Então eis que fica o questionamento: eles sempre foram do jeito que Merit descreveu ou ela simplesmente escolheu vê-los assim?

Tenho o segredo de Utah.
Eu tenho o segredo do meu pai.
O segredo da minha mãe.
O segredo de Honor.
O segredo de Luck.
Eu não quero mais nenhum deles!
Talvez se eu deixar todos os segredos, eles não me deixariam sentir como se afogar.*

De todos os livros que já li da Colleen, esse foi o que mais desgraçou a minha cabecinha, justamente por conta da quantidade de revelações e segredos que faziam parte da família de Merit. Apesar de não ter uma carga emocional tão grande quanto It Ends With Us (que ainda é o meu preferido), certas partes vão fazer você sofrer, como se aquilo tudo estivesse acontecendo na sua vida.

Colleen é a rainha de abordar assuntos polêmicos de forma magistral e aqui não foi diferente. Without Merit aborda depressão de uma forma diferente dos livros que estamos acostumados. Em sua maior parte, os personagens depressivos em livros já sabem que sofrem do problema; aqui não. Colleen narra a história de uma pessoa depressiva que não sabe que sofre da doença e isso pode ser um alerta para os leitores.

Nem todo erro merece uma conseqüência. Às vezes, a única coisa que merece é o perdão.*

Sexualidade, suicídio e abuso infantil também têm sua vez aqui. Por conta desses assuntos (no caso, o abuso e suicídio) eu creio que a história deveria ter vindo com um aviso de gatilho. Colleen é dessas que a gente pode esperar tudo nas suas histórias, mas ainda assim fica aquele impacto quanto tudo é revelado. Eu acho legal porque ela sempre consegue me surpreender, mas pra quem passou por essas situações, pode não ser uma experiência muito boa.

Gostei bastante da diversidade sexual representada, principalmente por um personagem pansexual. Foi bem interessante e fofo como essa “revelação” foi feita. Outro ponto que achei interessante foi a CoHo abordar sobre os refugiados da Síria. Esse é mais um daqueles assuntos que eu nunca imaginei encontrar e a Colleen inseriu de forma espetacular.

It Ends With Us ainda é meu livro favorito da autora, mas Without Merit não fica atrás em te fazer sofrer com os personagens.

19 comentários:

  1. Não conhecia não, mas gostei. É uma história que "pega" a gente.

    Bjim...
    >>blog Usei Hoje<<
    > Instagram<

    ResponderExcluir
  2. Eu sofro em todos os livros desta mulher e ainda assim, quero sofrer mais, porque estou curiosa com este livro aqui. Essa inserção de refugiados da Siria me pegou de jeito.
    Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. OOii Luiza!!
    Eu estou louca para ler esse livro!!
    Eu amo os livros da Colleen Hoover e leria qualquer coisa que ela escrevesse. E pelo jeito sei que vou sofrer muito lendo essa obra! E vou amar também! Não vejo a hora da publicação dele no Brasil!

    Beijinhos!
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  4. Que resenha linda!
    Estou louca para ler esse livro e até mesmo "it ends with us". CoHo arrasa completamente e adoro esses livros que balança o nosso emocional.
    Ainda não li todos da autora, mas meu preferido ainda é "novembro, 9".

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  5. Nossa, qnts assuntos diferentes num livro só! :O
    Fiquei muito curiosa com sua resenha Lu!
    Eu só li Métrica da autora, e pelo o q as pessoas falam, acho q é um livro mais "simples" dela...
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu. Vi seus comentários no facebook sobre a obra, mas tô tão atrasada com as obras da autora que nem animo muito de ler por agora este. Eu ainda não sei o que é pansexual, existe isso meo Deus? Muito confuso esses negócios de sexualidade, mas é legal que a autora aborde isso na história. Eu acho maravilhoso histórias com segredos, porque a gente fica sempre afoito para saber quais são, mas vou logo dizendo que o pai dela ali já ganhou meu ódio, af.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu.
    Que diversidade de temas! A Colleen gosta de nos tirar o fôlego e nos fazer transbordar de emoção, eu costumo amar seus livros. Apesar deste não ter no Brasil, vai pra lista assim mesmo, vai que... Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi
    eu terminei final de semana um livro da autora e adorei, já quero ler esse apesar de ser meio tenso como falou, mas a história parece ser super interessante e eu já estou curiosa por conta desses segredos.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oiii Lu

    Eu amei saber todos os temas que a autora aborda, curiosa pra saber como ela inseriu essa questão dos refugiados na trama, nunca vi nenhum livro tratar diretamente disso. Não sei porquê quando você falou dos segredos e trapos sujos da familia de Merit eu lembrei daquele livro "éramos Mentirosos", com certeza não tem muito a ver mas me recordou ele no tocante à questão de familia e a visão particular de um personagem
    Quero ler esse livro, faz tempo que não leio nada da Colleen e aliás já tenho It ends with us na lista, espero conferir ambos em breve.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Caramba, parece ser muito bom! Não conhecia o livro, mas CoHo é rainha né não então não duvido que seja bom mesmo haha

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  11. É uma autora que apesar de nunca ter lido nenhum livro dela, tenho bastante curiosidade em ler =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu!!
    Adorei a autora abordar temas novos, de um jeito único da CoHo. Não conhecia muito bem a história desse livro, já que eu parei de me informar sobre a autora quando lançaram CONFESSE. Mas vou adorar esse livro também, espero gostar.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  13. Hey, Lu!
    Suas resenhas sempre causando. Sério, você tem o dom! É a CoHo das resenhas! haha. Fiquei aqui com o coração na mão só de ler o que você sentiu e achou do livro. Imagina quando eu ler? Porque é claro que eu já anotei e espero com ansiedade para ler também. Fiquei mega curiosa! E essa autora realmente esculacha com o nosso coração!
    Mil beijokas!

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu, eu me lembro claramente da sua reação lendo esse livro! Por deus, sofri com vc hehehehe eu preciso arrumar logo essa falha na minha vida de leitora e ler logo um livro dessa mulher, todos amam eu vou amar tb, espero hehehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. Aaaaaa! Quero muuuuito ler esse livro! E ainda nem li It End With Us!
    Você comprou ebook?
    Os livros da Colleen sempre deixam uma marca e nós né?
    Amo essa autora de todo o coração!

    bezu
    ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  16. Há alguns dias atrás li uma resenha sobre esse livro e fiquei encantada, principalmente pela capa dele ser bem impactante. Depois da sua, minha certeza sobre ele só aumentou! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Lu, tudo bom?
    Minha experiência de leitura com a Colleen não foi muuuito boa até agora, mas eu ainda tô disposta a pegar um título dela e dar chance fingindo que nunca li nada antes dele. Tenho visto muito comentários sobre Without Merit e parece realmente um escândalo, como tu falou!
    E tem representatividade, ameeeeeeeeeei. Acho que nunca li um personagem abertamente pan.
    Ótima resenha, me animou pro livro!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  18. Da autora eu já li O lado feio do amor. Esse ainda não conhecia, a capa é muito linda!

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Luiza!
    Ahhhh Colleen....essa mulher consegue me conquistar a cada livro!
    E a cada história ela coloca elementos bem diferentes,mas sempre dando o toque de emoção e simplicidade que só ela consegue.
    Achei bem bacana ela trazer um personagem pansexual,é difícil vermos alguma história em que tenha um personagem pansexual.Curioso pra ver como a autora vai desenvolver.
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)