Resenha #216: Antes de Casar - Bárbara Machado

Share:
Título: Antes de Casar
Título Original: ---
Autor: Bárbara Machado
Série: ---
Páginas: 292
Ano: 2016
Editora: Independente
Sinopse: Catarina era uma jovem mulher que tinha tudo planejado: o casamento perfeito, o homem ideal, finalmente a vida adulta e independente que tanto almejava. Até que, de um dia para o outro, tudo muda: o casamento não passa de um sonho, o príncipe vira sapo e a brutalidade da vida adulta se mostra bem diante de seus olhos. De volta ao mundo dos solteiros, Catarina se redescobre como indivíduo e percebe que, a não ser que se torne tão desapegada quanto os homens que passam por sua vida, seu coração continuará sendo partido. Mas será que suas aventuras entre mesas de bar e festas agitadas podem substituir o antigo sonho de um final feliz? Entre altos e baixos que fazem parte da transição da juventude para a vida adulta, Catarina vai aprender que o amor não é bem como ela imaginava.


Conheci Antes de Casar quando li a resenha dele no blog da Tami (Meu Epílogo) e logo fiquei super interessada para conhecer mais sobre a história. Confesso que não tomou muito o rumo que pensei que teria, mas ainda assim adorei tudo.

Uma coisa é certa: eu sou a Catarina e a Catarina sou eu. Creio que nunca encontrei uma personagem literária que se parecesse tanto comigo em praticamente todos os sentidos. Até nossas experiências com o sexo oposto são super parecidas. A vida amorosa então... Nem se fala. A única diferença entre nós duas é que não tenho um time de paintball (ainda).

A jornada de Catarina é no mínimo engraçada. Apoiada tanto por suas amigas e por seus amigos, Catarina caí de cabeça de volta na vida de solteira. Nem preciso dizer que ela passou por cada situação, que só me restava rir lembrando de algumas situações parecidas que passei na vida. O importante é que Catarina sempre tirava uma lição de suas presepadas, mesmo que ela tenha errado algumas vezes. Mas quem nunca?


Um fato que mais me identifiquei com Catarina são suas amizades, principalmente as masculinas. Assim como ela, eu sempre me dei melhor com homens, o que já gerou altos boatos e ciúmes nessa vida. Tem sempre aqueles que acham que não pode existir amizade entre homem e mulher e gostei muito como Bárbara passou foi longe desse tabu. Catarina, assim como eu, é tratada como um bro pelos amigos e não vemos nenhum problema com isso. Hoje em dia, assim como Catarina, tenho muitas amizades femininas tão sinceras e honestas quando minhas amizades masculinas.

Outro fato que amei na história foram as referências. Capitão América super aprovou o livro. Só pela capa, percebe-se que Bárbara é super fã de vários entretenimentos geeks e com Catarina não foi diferente.

Antes de Casar é um chick-lit diferente. Geralmente nesses livros, vemos a mocinha conhecer o mocinho logo no começo do livro e por aí vai. Catarina conhece homens e homens e cada um marca a sua vida (seja positiva ou negativamente). O objetivo de Catarina é voltar a ser a mesma Catarina antes do seu relacionamento, mas ela termina o livro como uma versão melhor de si mesma.

O melhor de tudo é que o livro é nacional e se passa na cidade de Vitória. Bárbara cita alguns lugares da cidade e redondezas e isso me deixou com bastante vontade de visitar Vitorinha algum dia.

Antes de Casar foi um livro com experiências super engraçadas e que com certeza levarei pra vida por ter uma personagem que mais me identifiquei.

11 comentários:

  1. Oi Lu! Tudo bem?

    Curti bastante a resenha, mas a premissa me pareceu a parte mais curiosa, pois essa transição é importante na vida de todos.

    Grande abraço!
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu, adorei a resenha, acho que me identificaria com Catarina tb heimm, essa vontade de se conhecer melhor e tudo o mais..
    Adorei a capa!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  3. Oiii Lu

    Eu também sempre tive melhores amigos homens e lógico que quando era adolescente também tive que lidar com algum comentário mais maldoso das pessoas mas nunca liguei muioto.
    Essa capa é linda, amei o ar divertido do livro. Não conhecia e achei a dica o máximo, aliás, perfeito pra uma sexta feira.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Luiza! Tudo bem?
    É muito legal quando a gente de identifica tanto assim com um personagem né? Quando criar o time de paintball me chama então, tá? :P
    fiquei curiosa com a história, porque conta vários casos dela pelo que falou, não só conhece o mocinho e é isso. e gostei mais ainda que é nacional! ^^
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu, tudo bem?
    Já vi diversas resenhas desse livro, e parece ser muito bom.
    Até fiquei com vontade de ler.

    Bjs :*
    Say My Book

    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi, Luiza! Tudo bem? Não gosto do gênero do livro e não curti a capa. Acho que a única coisa que eu ia achar legal era as referências!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lu. Já conhecia o livro mas ainda não li. Achei legal essa história da mocinha não encontrar outra pessoa, e na verdade deixar o livro somente pra seu auto desenvolvimento, acho que a gente precisa disso antes de entrar em outro relacionamento.
    Com toda a certeza vou ler.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu, eu leio muitas criticas positivas desse livro, já faz um tempo que está na minha lista de leituras, preciso ler imediatamente, amo chick-lit.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu, tudo bom?
    Não conhecia essa história, mas faz tempo que não leio um chick-lit bom. ADORO história com referências, amém Capitão! E saber que retrata amizade tão bem já subiu no meu conceito *-*
    Gostei muito da resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, Lu! Adorei ler a sua resenha de Antes de Casar, obrigada por compartilhar a sua opinião! Realmente, essa questão de amizades com o gênero oposto é um tabuzinho superchato, né? Também passei por essas situações de fofoca durante a adolescência, mas no livro os personagens já são adultos e isso não rola. Quanto à mensagem, você tem toda a razão, Cat termina o livro sendo uma versão melhor de si mesma, e adorei essa sua conclusão. S2 Beijos!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)