Especiais do Babado #35: Livros YA que irão fazer você chorar

Share:

Mais uma vez estou aqui, trazendo um post super legal que vi no Epic Reads. Dessa vez, eles listaram 14 livros que irão fazer você chorar "feio", ou seja, chorar hardmente sem previsão que as lágrimas acabe. Se eu já li alguns deles? Sim. Chorei? Claramente que não porque tenho um bloco de gelo no lugar do coração. Ainda está pra nascer um livro que me faça essa proeza de chorar. Ou seja, não sou parâmetro para choro em livros.

Se quiser ler a matéria original, clique aqui.



Às vezes você quer um livro que o enche de felicidade e aconchego e uma visão geralmente esperançosa do mundo inteiro. E às vezes você quer um livro que destrói completamente suas emoções, mas deixa você melhor para isso. Abaixo está uma lista de alguns de nossos livros favoritos que nos fizeram chorar em público. Não diga que não o avisamos.

1. They Both Die at the End - Adam Silvera
Você viu esse título? Você notou quem escreveu esse livro? Se você ainda não está chorando, imaginando o que este livro pode ter na loja, seu coração é oficialmente feito de pedra.
Sinopse: No dia 5 de setembro, pouco depois da meia-noite, Death-Cast convida Mateo Torrez e Rufus Emeterio para dar-lhes uma má notícia: eles vão morrer hoje. Mateo e Rufus são totalmente estranhos, mas, por diferentes razões, ambos estão querendo fazer um novo amigo no final do dia. A boa notícia: existe um aplicativo para isso. É chamado de Last Friend, e através dele, Rufus e Mateo estão prestes a encontrar uma última grande aventura - viver uma vida em um único dia.

2. All The Bright Places - Jennifer Niven
Este livro abre com uma citação de Ernest Hemingway, então há uma pista exatamente sobre o que você está procurando. Ele prossegue em um lindo e doloroso conto de amor e perda.
Sinopse: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.
Esse livro foi lançado no Brasil com o título Por Lugares Incríveis, pela Editora Seguinte.

3. The Secret History of Us - Jessi Kirby
Este é para aquele choro inspirador e feio. Um acidente de carro apaga os últimos quatro anos da memória de Olivia, forçando-a a pegar os pedaços de seu passado, mas dando-lhe a oportunidade de moldá-los em um futuro totalmente diferente.
Sinopse: Quando Olivia acorda em uma cama de hospital após um acidente de carro quase fatal, ela não consegue lembrar como ela chegou lá. Ela descobre que é porque ela estava coma por uma semana, mas com o passar do tempo, ela percebe que ela perdeu mais do que apenas a última semana de sua vida - ela perdeu toda a memória de eventos que ocorreram anos atrás. Aconteceu alguma lembrança de iniciar ou graduar o ensino médio; o baile; ou seu namorado, Matt. Tentando descobrir quem ela se sente impossível quando todos continuam a dizer a ela quem ela era.

4. Before I Fall - Lauren Oliver
Nós estamos sofrendo só de pensar nele. Sam morre em um acidente de carro. Exceto que ela acorda novamente na manhã seguinte para descobrir que ela está revivendo seu último dia uma e outra vez. Ela pode mudar o destino dela? Ela pode usar isso como uma oportunidade para afetar os destinos dos outros? VOCÊ IRÁ CHORAR. E então você vai assistir ao filme e chorar mais.
Sinopse: Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta — da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento.
Sinopse: Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha desvenda o mistério que envolve sua morte — descobrindo, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.
Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente.
O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.
Esse livro foi lançado no Brasil com o título Antes Que Eu Vá, pela Editora Intrínseca.

5. Release - Patrick Ness
Se Release não faz você chorar, então, basicamente, você não tem alma. Ao longo de um dia, tudo na vida de Adam muda radicalmente e, de repente, ele é forçado a lutar por sua liberdade de amar e viver a sua maneira.
Sinopse: Adam Thorn ainda não sabe, mas hoje mudará sua vida.
Entre sua família religiosa, um ultimato profundamente desagradável de seu chefe e seu próprio amor não correspondido por seu tipo de ex, Enzo, parece que a vida de Adão está caindo aos pedaços. Pelo menos, ele tem duas pessoas para mantê-lo sano: seu novo namorado (ele ama Linus, não é?) E sua melhor amiga, Angela.

6. Goodbye Days - Jeff Zentner
Se os melhores amigos de Carver morrerem - talvez, potencialmente, provavelmente por causa de algo que ele fez - não é suficiente para puxar suas cordas do coração, prepare-se para todo tipo de emoção, pois ele diz adeus a cada uma delas uma última vez. Provavelmente é melhor ter tecidos prontos antes de se estabelecer com este.
Sinopse: Um dia, Carver Briggs tinha tudo, três melhores amigos, uma família de apoio e uma reputação como um talentoso escritor em sua escola, Nashville Academy for the Arts.
No dia seguinte, ele perdeu tudo quando enviou um texto simples para seu amigo Mars, logo antes de Mars, Eli e Blake terem sido mortos em um acidente de carro. Agora Carver não consegue parar de culpar-se pelo acidente, e ele não é o único. Felizmente, Carver tem alguns aliados inesperados: a namorada de Eli, a única pessoa a ficar junto dele na escola; Dr. Mendez, seu novo terapeuta; e a avó de Blake, que pede a Carver que passe um dia com ela para compartilhar suas lembranças e dizer um bom adeus ao amigo.

7. The Book Thief - Marcus Zusak
Além do fato de que ele cobre um dos eventos históricos mais horríveis que o mundo já viu: a história é narrada por MORTE okay? MORTE.
Sinopse: Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. 
Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.
Esse livro foi lançado no Brasil com o título A Menina que Roubava Livros, pela Editora Intrínseca.


8. Wonder - R.J. Palacio
Na verdade não é YA - mas não nos importamos. Extraordinário vai fazer você chorar em público. Às vezes, estará triste chorando em quão cruel o mundo pode ser. Às vezes, serão lágrimas de completa e absoluta confusão sobre o quão estranhamente, lindamente bom o mundo pode ser. Tantos tipos diferentes de choro feio em um livro!
Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
Esse livro foi lançado no Brasil com o título Extraordinário, pela Editora Intrínseca. (Leia a resenha aqui)


9. The Female of the Species - Mindy McGinnis
Verdadeiramente, este livro nos fez sentir todo tipo de emoções do amor completo e eterno (Alex Craft é a heroína que precisávamos) para desesperar. É inabalável e em seu rosto lê, mas duas coisas são certas - é profundo e você terá lágrimas.
Sinopse: Três anos se passaram desde o assassinato da irmã mais velha de Alex Craft. Mas, como é de costume, a culpa sempre recai sobre a vítima e o assassino segue sua vida em liberdade.Alex é uma menina forte e quer vingar sua irmã. Por isso, ela resolve atacar qualquer predador sexual que cruzar seu caminho e colocar a boca no mundo, usando a linguagem que conhece melhor: a linguagem da violência.
Mas o que aconteceu na noite do assassinato chama a atenção de Jack Fisher, o cara invejado por todos: atleta perfeito, que desfila de braço dado com a garota mais cobiçada. Ele deseja conhecer Alex profundamente. E, numa cidade pequena, onde todo mundo se conhece, esse repentino interesse vai desencadear uma série de crimes bárbaros.
Esse livro foi lançado no Brasil com o título A (R)Evolução das Mulheres, pela Editora Plataforma21. (Leia a resenha aqui)

10. Neighborhood Girls - Jessie Ann Foley
A luta de uma menina para ser corajosa o suficiente para lançar sua imagem de menina e redefinir-se tem algumas conseqüências verdadeiramente não intencionais. Prepare-se para um toque chocante e devastador, e um final muito profundo que prova que as histórias não precisam de resoluções arrumadas para poderosas e realistas.
Sinopse: Quando o pai de Wendy Boychuck, um policial de Chicago, foi escoltado de sua propriedade com algemas, ela sabia que sua vida nunca seria a mesma. Seu pai recebe uma sentença de prisão de um ano, sua família cai em tempos difíceis, e os sussurros ao redor de sua vizinhança são impossíveis de ignorar. Se isso não fosse ruim o suficiente, ela é atacada a caminho de casa de uma festa uma noite. Wendy rapidamente percebe que, para sobreviver à reputação de seu pai, ela terá que fazer uma para si mesma.

11. History Is All You Left Me - Adam Silvera
Como se os capítulos "agora" não fossem suficientemente dolorosos, os flashbacks do tempo que Theo e Griffin gastariam juntos fariam tudo o que piorar. Jogue algum humor agridoce, traições e reviravoltas de estilo Silvera, e você tem um bilhete de ida para a devastação emocional.
Sinopse: Quando o primeiro amor e ex-namorado de Griffin, Theo, morre em um acidente de afogamento, seu universo implode. Embora Theo tivesse se mudado para a Califórnia para a faculdade e começou a ver Jackson, Griffin nunca duvidava que Theo voltasse para ele quando a hora estava certa. Mas agora, o futuro que ele tem imaginado por si mesmo foi bem longe.
Para piorar as coisas, a única pessoa que realmente entende sua mágoa é Jackson. Mas, não importa o quanto eles se abraçam, a espiral descendente de Griffin continua. Ele está se perdendo em suas compulsões obsessivas e escolhas destrutivas, e os segredos que ele tem mantido estão separando-o.

12. We Are Okay - Nina LaCour
Em face da tragédia, Marin tenta deixar sua vida inteira para trás. Mas você só pode correr de seu passado por tanto tempo, tudo deve sair eventualmente. Substitua "passado" por "lágrimas" e é exatamente assim que você vai reagir depois de ler este lindo quebra-corações.
Sinopse: Marin deixou tudo para trás. A casa de seu avô, o sol da Califórnia, o corpo de Mabel e o último verão agora são fantasmas que ela não quer revisitar. O retrato de uma história em que já não se reconhece mais. Ninguém nunca soube o motivo de sua partida. Nada se sabe sobre a verdade devastadora que destruiu sua vida.
Agora, ela vive em um alojamento vazio e está sozinha no inverno de Nova York. Marin está à espera da visita de sua melhor amiga e do inevitável confronto com o passado. As palavras que nunca foram ditas finalmente se farão presentes para tirá-la das profundezas de sua solidão.
Esse livro foi lançado no Brasil com o título Estamos Bem, pela Editora Plataforma21.

13. The Memory Book - Lara Avery
Se alguém tentar dizer que Diário de uma Paixão não os faz chorar, eles estão mentindo. Em The Memory Book, essa mesma tristeza é produzida nas páginas (em breve molhadas), uma menina adolescente deixa as suas entradas para o futuro, para que ela se lembre de sua vida quando ela não pode mais.
Sinopse: Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano. É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.
Esse livro foi lançado no Brasil com o título O Livro de Memórias, pela Editora Seguinte.


14. Far From the Tree - Robin Benway
Far From the Tree é cerca de três irmãos que foram abandonados para adoção e nunca se conheceram ... até agora. Este não sai até outubro, mas confie em nós quando dissermos que vai puxar suas cordas do coração e fazer seus olhos bem sucedidos com todas as lágrimas.
Sinopse: Sendo a criança do meio tem seus altos e baixos.
Mas para Grace, filha única que foi adotada no nascimento, descobrindo que ela é uma criança do meio é um passeio diferente. Depois de colocar seu próprio bebê para adoção, ela vai procurar sua família biológica, inclusive -
Maya, sua jovem irmã mais nova, que tem muito a dizer sobre seus novos laços familiares. E Joaquin, seu irmão bio estoico e antigo, que não tem interesse em se unir à mãe biológica compartilhada.

32 comentários:

  1. Oi Lu,
    Eu choro muuuuuito em livros!!! Na verdade, eu escolho livros por esse parâmetro: o livro pode me fazer chorar? Tem potencial? Lá vou eu comprá-lo. HAHAHAHA
    'Por Lugares Incríveis' é o recordista de lágrimas, sem dúvidas.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu sou dessas que adora ler livros que destroem meu emocional, mas ultimamente minha vida está me fazendo chorar encolhida no canto do metro tanto e com tanta frequencia que ultimamente tenho evitado e me pego pensando se não estou precisando de uma catarse gerada por um dramalhão desgraçado!
    Amo "A menina que roubava livros" e "O livro de memórias" são livros de cortar o coração e emendar de novo. Li "O livro de memórias" no trabalho durante o intervalo do sono das crianças, chorava tanto que a cozinheira veio ver o que estava acontecendo haha fiquei pesadaaa por dias!!!
    Estou com "Por lugares incríveis" na pilha dos livros a serem lidos há milênios, assim como "Extraordinário" está no kindle do mesmo jeito que estava no kobo! Desde que li sua resenha de "The female of the species" tenho vontade de ler o livro.
    Adorei a sua lista Luiza!

    Jaci
    Uma Pandora e Sua Caixa

    ResponderExcluir
  3. Oi Lu,
    Interessante post, depende do meu estado de espírito gosto sim de ler livros que me façam chorar entre eles A culpa das estrelas, Diário de uma paixão e Como eu era antes de você. O próximo da minha lista vai ser o Extraordinário que vi na sua lista, principalmente porque sei que vai sair o filme no próximo mês. Rs. Vi nesse final de semana também a adaptação do livro Antes que eu vá da LAuren que você também citou, eu gostei muito. Só senti falta de mais referências ao tio Nicholas nesse post, porque ele realmente é o cara que sabe fazer a gente chorar com suas histórias.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Hej! Świetny post :)

    obserwuje i zapraszam do mnie :
    milentry-blog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu! Por Lugares Incríveis, O Livro de Memórias e A Menina Que Roubava Livros são mesmo de partir o coração e o terceiro então até hoje me faz chorar quando lembro do final.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu, tudo bem?
    Adorei a lista!
    Por Lugares Incríveis acabou comigo e eu fico com vontade de chorar só de pensar. :'(
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  7. Oiii lu

    Tenho The Memory Book, The Female of the Species e The Secret History of Us pendentes para ler, os dois primeiros quero ler logo porque sei que irei gostar bastante....
    A Jennifer Niven é uma autora que por enquanto ainda me assusta, já li criticas diversas sobre os livros dela e de momento ainda tenho o pé meio atrás com tanto drama...

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Como assim você nunca chorou lendo? Meu Deus, eu sou muito mole para essas coisas porque é muito mais fácil contar os livros que não chorei do que os que chorei, porque choro com quase todo livro.
    Sério, estava lendo um livro mais engraçado, leve e tudo mais, não tinha nada de triste, mas me apeguei tanto que no último capítulo, eu estava chorando. Minha mãe morre de rir comigo quando me vê assim.
    Desses todos eu só li Extraordinário e chorei muito. Tenho outros na minha lista que pretendo ler.
    Adorei seu post, mas ainda estou chocada com o fato de você não ter chorado em nenhum livro :0

    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu, tudo bom?
    COMO ASSIM VOCÊ NÃO CHOROU COM NENHUM LIVRO? Queria ser você. Eu sou muito manteiga derretida com tudo, é um inferno UHASUHASUHAUHSUHASUH
    Por lugares incríveis foi um dos livros que mais me fez chorar na vida - só perde pra Princesa Mecânica. Gente, a Jenniver Niven só tem cara de fofa, porque pra escrever tragédia a mulher tem a mão cheia. Que dor no coração que foi aquele livro!
    Não sabia que Before I Fall ia me quebrar emocionalmente! Já vou me preparar pra quando for assistir e ler.
    Eu quero MUITO ler The Female of the Species porque todo mundo que eu confio na opinião amou/ficou devastada, então isso é sinal de leitura incrível!
    Adorei a lista.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  10. Você não é parâmetro de choro por não chorar. Eu não sou por chorar com tudo. Acho que quase todo livro que já li me fez chorar em algum momento. Eu sou muito emotiva.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lu! É pra comentar em português ou inglês? Brincadeiras à parte, quase chorei lendo A Menina Que Roubava Livros. Já Extraordinário e Por Lugares Incríveis... Nem perto disso.

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Luiza!
    Me identifiquei com vc no que diz respeito ao bloco de gelo no lugar no coração! kkkkkk
    Menina, eu não consigo chorar com livros e filmes de jeito nenhum! Fico até triste, arrasada com algumas leituras, mas chorar mesmo, não choro não :/
    Agora com músicas eu sou uma manteiga derretida. Vai entender né...
    Beijos!

    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu,

    Confesso que a maioria dos livros eu não conheço, pois não é um gênero que pego tanto para ler. Só quando eu estou afim de me emocionar.
    Bjs e um bom Domingo!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu! Como não curto muito YA não li a maioria, mas O livro de memórias é muito bom e Antes que eu vá não é de chorar e olha que nem tenho um bloco de gelo no coração hehehhe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. Uau, acho que essa sua seleção de livros foi a minha favorita, amo histórias melancólicas. Já anotei várias dicas! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  16. Oi
    extraordinário é uma história linda realmente que mexe com o leitor, agora quero muito ler Antes que Eu Vá que parece ser bons.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Luiza,
    Não costumo chorar lendo livros. Tenho vontade de ler “A Menina que roubava livros” e “Extraordinário”. Fiquei curiosa pela trama de “Por Lugares Incríveis”.

    *bye*
    Marla Almeida
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/





    ResponderExcluir
  18. Oi, Lu!!!
    Pense num troço que eu gosto é chorar com livro, haha
    Eu amo um drama <3
    Alguns da sua lista eu já conhecia, 'Antes que eu vá' mesmo.. eu amo ♥
    Os que eu não conhecia já anote aqui, porque sou dessas ♥

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  19. Helloo, Helena! Tudo numa nice?!
    Ah, eu li pelo menos dois livros que você marcou aqui.
    Chorei horrores com All the Bright Places e The Memory Book. Diz um garotinho que eu choro fofo, mas não sei ahahaha. Mas o livro que chorei por uma semana e que recomendo é O Último Adeus. É maravilhoso.
    Beijin...
    https://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oie Lu =)

    Tudo e Todas as Coisas é lindo TT______TT meu coração sempre fica apertado quando lembro do livro!

    Amo Extraordinário também! Um dos melhores livros que li na minha vida!

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  21. Olá Luiza! Tudo bem?
    Ahh são muitos livros tristes, você está querendo arrancar o meu coração? :(
    Mas tem muitos que eu quero ler.. não sei nem por onde começar! só li a menina que roubava livros e fiquei tão triste que demorei um ano para ler com receio da tristeza hahah (por que estou rindo?)
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oii, tudo bem?
    Adorei a sua dica.
    Desses livros que você listou, tem vários que estou louca para ler. Eu só li um deles.
    Você viu que o Goodbye days vai ser lançado pela seguinte?

    Beijos :*
    Say My Book
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  23. Oi, Lu

    Ainda não superei o fato de você não ter chorado com A Thousand Boy Kisses! Hahahaha Depois que você falou isso não duvido que existe um bloco de gelo aí!
    Dentre os listados li apenas Antes Que Eu Vá e só passei raiva, livro chato da porra. E li também O Livro de Memórias, que sim, me fez chorar.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  24. Lu, mim abraça, mirmã!
    Sou um coração danado de gelado também, mas confesso que um e outro livro já me fizeram chorar sim.
    Dos citados por vc, conheço apenas A menina que roubava livros e Extraordinário, mas me interessei por algumas premissas, por isso, vou buscar para ler.

    Tô aqui ansiosa pelo dia que um livro irá atingir esse teu coração de pedra!
    shIUAhsuiHAs

    Beijocas,
    Fabi
    pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Não costumo ser "mole" com livros não, mas olha, tem alguns aí que já amoleceram meu coraçãozinho.

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  26. Olá, Luiza.
    Eu choro até assistindo programas que vende vestido de noiva hehe. Desses citados eu chorei em Por Lugares Incríveis e O Livro de Memórias. Quando quero chorar já pego um livro do Nicholas Sparks. Sou dessas que gosto de chorar lendo hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  27. Olá Luiza,


    Gostei muito da sua listinha, faz muito tempo que não leio nada do gênero, tenho alguns aqui e já está na hora de ler um para diferenciar...bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi Luiza!
    Tem 3 livros da lista que eu li: A menina que roubava livros, Extraordinário e O livro de memórias. E realmente me acabei em lágrimas em todos eles!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  29. Oi Lu!
    Ao contrário de ti, eu sou chorona! Choro por tudo, até pelo que não deveria hahaha
    Dos citados eu li alguns, chorei lendo Extraordinário e A Menina Que Roubava livros, que inclusive são livros queridinhos!
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
  30. Quero muuuito ler esse livro novo do Adam Silveira, acho que é um dos únicos livros que eu cometeria a loucura de quebrar minha promessa de não comprar mais livros esse ano, e também estou muito curiosa para We are okay. Faz um tempo que vi essa capa gringa e agora que chegou no Brasil, minha mão também está coçando. Eu li A Menina Que Roubava Livros em 2008 e lembro de chorar também!

    beijos

    Psicose da Nina | Instagram
    Colunista no Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  31. Li só 3 livros dessa lista Lu, mas n chorei em nenhum! hahah
    Tudo bem, A menina que roubava livros o final é triiiiiste demaaaais, mas n rolou lágrimas de verdade n kkk
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Oi Luiza!
    Pensa numa pessoa que não consegue chorar lendo um livro.....prazer,eu hahahaahhaa
    Me emociono bastante com as histórias,mas pra me fazer chorar tem que ser um drama daqueles.Que eu lembre chorei com Marley e Eu,mas não lembro de outro kkkkkkkkkk
    O final de Por Lugares Incríveis chegou perto de conseguir,mas não rolou kkkkkkkk
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)