Resenha #489: Em Queda Livre - Julie Johnson (Pausa)

Share:
Título: Em Queda Livre
Título Original: Like Gravity
Autor: Julie Johnson
Série: ---
Páginas: 284
Ano: 2019
Editora: Pausa
Sinopse: A jovem de 20 anos Brooklyn “Bee” Turner já conhece o luto. Depois de testemunhar o brutal assassinato de sua mãe aos seis anos, Brooklyn cresce mantendo todos à distância. Quando tropeça, literalmente, em Finn Chambers - o vocalista de uma banda local e o homem que atrai todas as mulheres do campus - ela está despreparada para a insistência dele em fazer amizade, e para a perigosa atração que começa a sentir. Porque com Finn, ela sabe que seria mais do que apenas sexo. Mais do que apenas amizade. E talvez até mais do que apenas amor. Quando uma presença sinistra do seu passado ressurge, Brooklyn é levada ao limite. Pela primeira vez em quinze anos, ela irá confrontar sua tristeza e suas memórias, enquanto joga um jogo mortal de gato e rato com um inimigo inesperado.



Quando Em Queda Livre foi lançado, eu fiquei super apaixonada pela capa. Ao ler sinopse, eu esperava uma espécie de suspense, mas o que encontrei foi outra coisa. Inclusive, nunca uma capa foi tão enganadora como essa.

O livro já abre com um prólogo impactante e cheio de cenas fortes. Aos seis anos de idade, Brooklyn Turner viu sua mãe ser morta na sua frente e foi sequestrada por algumas horas pelo assassino. Quatorze anos depois, Brooklyn está na faculdade, vivendo uma vida que não inclui relacionamentos de qualquer forma e nem sentimentos. A única exceção é sua amiga de longa data, Lexi. Isso até que ela conhece Finn Chambers e, bem… sabemos o desenrolar da história.

Apesar do prólogo, o que temos aqui Em Queda Livre é uma história de amor e (de certa forma) superação do luto. Brooklyn foi muito marcada pela perda da mãe e ela vive nesse luto eterno. Apesar de cursar uma faculdade, sair com amigos e tudo mais, ainda paira essa sombra na sua vida. Sendo sincera, eu entendo bem a dor de Bee e o impacto do acontecimento na sua vida, mas não consegui me conectar com ela.

Finn Chambers é o típico mocinho de romance. Gostosão, tem todas as mulheres aos seus pés, mas seus olhos se voltam somente para Brooklyn. Ele se mostra uma pessoa bastante paciente com a moça, mas também foi outro personagem que não consegui me conectar.


Fora o casal, temos também participação de Lexi, amiga de Brooklyn, e foi uma personagem que me despertou um pouco de raiva. Em certos momentos ela beirava um pouco uma amizade tóxica. De início, ela até parece ser um tanto fútil, mas nos momentos necessários, ela está ao lado de Brooklyn.

De resto, vamos acompanhando a dança entre Brooklyn e Finn, até que finalmente ficam juntos. Foi nesse exato momento que eu decidi a nota do livro. Brooklyn descobre algo do passado de Finn e simplesmente SURTA. Conversando também com outra amiga, achamos que sua reação foi bastante exagerada. Entendo ela ficar magoada, mas não ao ponto de fazer dilúvio em tampinha de xarope.

Outro ponto negativo foi um certo mistério que a autora tentou inserir na história. Desde o início eu já sabia quem estava atrás de tudo, o que é bastante óbvio. Os últimos capítulos ela correu com essa resolução, o que fez ficar mal desenvolvido.

Se eu soubesse que Em Queda Livre seria uma história de amor, superação e reencontros, provavelmente minha experiência teria sido bem mais proveitosa. Infelizmente não foi o que aconteceu, mas fica aí a dica e o aviso para quem pretende ler.

4 comentários:

  1. Oi Lu, hummmm, acho que esperava outra coisa do livro pela sinopse e capa, ler sua resenha me deixou até surpresa, porque este livro está nos meus desejados né!
    Acho que não leria este livro, mas adorei conhecer mais com sua resenha!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  2. Olá, Luiza.
    Eu também achei essa capa linda demais. Mas nem tinha lido a sinopse por isso não criei nenhum tipo de expectativa com ele hehe. E pela sua resenha não me empolguei para ler não.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lu
    Eu vi essa capa e também achei bonita, mas logo imaginei que não seria o tipo de história que me interessaria. Não faz nem um pouco meu estilo, e pela nota eu passo.
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Realmente, essa capa está linda demais. Uma pena o livro ter deixado tanto a desejar!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)