Resenha #197: Frost Like Night - Sara Raasch (Balzer + Bray)

Share:
Título: Frost Like Night
Título Original: ---
Autor: Sara Raasch
Série: Snow Like Ashes #3
Páginas: 483
Ano: 2016
Editora: Balzer + Bray
Sinopse*: Angra está vivo, Ruína está se espalhando - e ninguém está salvo.
Meira vai fazer nada para salvar seu mundo. Com Angra tentando romper suas defesas mentais, ela precisa desesperadamente aprender a controlar sua própria magia - quando o líder de uma misteriosa Ordem de Paisly oferece para ensiná-la, ela agarra a chance. Mas a verdadeira solução para parar o Decay encontra-se em um labirinto de profundidade sob os Seasons Kingdoms. Para derrotar Angra, Meira terá que entrar no labirinto, destruir a própria magia que ela está aprendendo a controlar e fazer o maior sacrifício de todos.
Mather fará qualquer coisa para salvar sua rainha. Ele precisa reunir os Filhos do Degelo, encontrar Meira - e, finalmente, dizer-lhe como ele realmente sente. Mas com um plano de ataque que não deixa reino ileso e uma grande traição dentro de suas fileiras, vencer a guerra - e proteger Meira - vai se tornando fora de alcance.
Ceridwen fará de tudo para salvar seu povo. Angra matou seu irmão, roubou seu reino, e fez dela uma prisioneira. Mas quando ela é libertada por um aliado inesperado que revela uma verdade chocante por atrás de tráfico de escravos de Summer, Ceridwen deve tomar medidas para salvar seu verdadeiro amor e seu reino, mesmo que custa-lhe o pouco que lhe resta.
Enquanto Angra desencadeia a Ruína no mundo, Meira, Mather, e Ceridwen unir os reinos de Primoria... ou perder tudo.


ATENÇÃO! Se você não leu os livros e/ou as resenhas anteriores, pode conter spoiler

Angra queria me quebrar.
Mas ele só me fez inquebrável.*

Frost Like Night começa no exato momento onde terminou Ice Like Fire/Gelo e Fogo. E daí pra frente, haja coração.

É super visível o crescimento de Meira se compararmos lá do início da história em Snow Like Ashes/Neve e Cinzas. Meira sempre foi uma garota de personalidade forte, corajosa, disposta a ajudar todos da maneira que pode, mas ela tinha uma certa insegurança. E essa insegurança só aumentou depois que o reino de Winter foi tomado de volta e ela coroada rainha. Durante sua estadia em Paisly, ela aprende muita coisa que envolve a magia de Primoria e a Ruína. Porém, o seu maior aprendizado foi fazer as pazes consigo mesma e não temer sua magia.

Eu me fiz inteira. Eu sou o suficiente para mim.*

Esse aprendizado é liderado por Rares e Oana, moradores do secretíssimo reino de Paisly. E é através deles que sabemos por que esse reino é no maior estilo top secret. Eles ajudam Meira a entender e aceitar sua magia, assim como a preparam para fazer o que deve ser feito para destruir Angra e a Ruína, assim salvando Primoria. Os dois personagens são maravilhosos e não tem como não se afeiçoar a eles, apesar da sua um tanto breve aparição. De uma certa forma, eles guiaram Meira a se tornar mais confiante de suas ações e de si mesma.


Mather já vinha ganhado destaque desde o livro passado e esse aqui ele teve bem mais. Alguns capítulos foram narrados em sua visão, em terceira pessoa, assim como no livro anterior. Desde o começo da trilogia, vemos Mather tentar encontrar seu lugar no reino de Winter. Primeiro, ele achava que era rei e se ressentia por não ter magia, não podendo ajudar seu povo. Depois que os Winterians foram libertos, ele era o único que via a real situação que se encontravam, mas ninguém dava bola pra ele. Finalmente, depois de muito 7x1 na cara, ele encontrou seu lugar liderando os Filhos do Degelo. Gostei que Sara explorou seus sentimentos e batalhas internas, principalmente quando se refere a Meira e seu pai William.

A família nem sempre é aquela que você nasceu. É com quem você está, quem você ama. Essas famílias podem ser ainda mais fortes.*

Outra personagem que teve maior destaque nesse livro foi Ceridwen, princesa do reino de Summer. Ainda sofrendo com a morte do irmão, Cerie só quer vingança contra Angra, mas ao mesmo tempo carrega a culpa dessa fatalidade. Tudo que ela quer é proteger seu reino e seus súditos, mas como fazer isso se não pode salvar nem seu irmão? De certa forma, Ceridwen se parece com Meira nesse aspecto. Assim como Mather, Sara também explorou suas emoções, inseguranças, dúvidas e também a amizade maravilhosa dela com Meira.

E enquanto eu poderia cultivar facilmente essa centelha de raiva, eu não. Eu deixo que ela se afaste, porque é parte de coisas que já aconteceram.*

Com o livro narrado nas visões de Meira, Mather e Ceridwen, podemos acompanhar o crescimento dos personagens, assim como medos e apreensões não somente deles, mas de todos que estão nessa guerra contra Angra. Além de claro, ter uma visão geral de tudo que está acontecendo. Na guerra sempre há perdas significativas e Sara não poupou sua ceifa em alguns personagens. O livro tem um ritmo intercalado entre muito tiro e calmaria. As cenas de ações não deixam a desejar e nos momentos de “calmaria” sempre tem aquela tensão no fundinho, lembrando a eles tudo que está acontecendo.

Na resenha de Ice Like Fire/Gelo e Fogo, comentei que meu ship afundou bonito e eu fui com ele. Pois outro ship nasceu nesse livro e é impossível não torcer. Apesar do seu envolvimento com Theron, Meira sempre foi apaixonada por Mather. E o que mais gostei da personagem é que ela nunca deixou esses sentimentos atrapalharem seus objetivos. Em Ice Like Fire eu já estava vendo sinais que os dois iriam se aproximar novamente. O melhor de tudo é que Sara trabalhou muito bem essa reaproximação dos dois amigos: Mather é a única pessoa que Meira pode confiar de olhos fechados; e, apesar de algumas desavenças, Mather está sempre disposto a ajudar Meira em qualquer coisa. Intercalado com tudo que esses dois personagens sentiam no meio dessa loucura toda, Sara construiu um romance bem crível e nada forçado, mas como sempre sem tirar o foco do que é importante.

Não há nada de mágico sobre isso. [...] Nós merecemos tudo que acontece aqui.*

Nos capítulos finais tudo que acontece é tiro, porrada e bomba. Fiquei apreensiva por todos os favs da história e, ao mesmo tempo, desejando morte lenta e dolorosa para todos aqueles que mereciam uma morte lenta e dolorosa. Entretanto, meu coração parou no finalzinho do penúltimo capítulo e eu já estava no chão, em posição fetal. Mas a diaba da autora é tão the monha teve uma sacada majestosa que só pude bater palmas. O melhor de tudo é que esse detalhe estava sendo esfregado na minha fuça desde o começo do livro, mas eu tenho certeza que todo mundo que leu deixou passar despercebido.

Euzinha nesse penúltimo capítulo
Li muitas reviews que acharam o desfecho da história um tanto médio. Pra mim Frost Like Night foi um desfecho à altura de toda a história que Sara construiu. É um livro que prende do começo ao fim e deixa com os feelings nas alturas.

Nós somos nossa própria magia agora. Nada pode nos parar.*

Frost Like Night já foi lançado no Brasil com o nome de Geada e Noite, pela HarperCollins.


Resenhas anteriores
Livro 1 - Snow Like Ashes
Livro 2 - Ice Like Fire

*Traduções feitas por mim

12 comentários:

  1. Oi Luiza!
    Ainda não li nenhum livro da série, mas li a resenha porque o dia que eu ler eu já esqueci tudo :D
    Você falou tão bem que fiquei com vontade de ler... Ainda mais sabendo que o desfecho foi bom!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu,

    Fico feliz em saber que o livro foi um escândalo, visto que pretendo começar esta série em breve.
    Eu adoro narrativa intercalada, dá uma visão mais abrangente e conhecemos mais dos personagens né, por exemplo, o livro que eu estou lendo agora, a protagonista é meio chata sabe, e eu adoraria ter a narrativa pelo ponto de vista dos outros personagens!!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lu. Eu não sou fã do gênero como bem sabe, mas é tão bom quando um livro atende as nossas expectativas e nos impressiona. Sinto falta disso nos livros de fantasia e distopia que vejo sendo lançados. Vou guardar o nome do livro para eventuais casualidades.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  4. AI MEU DEUS esse livro parece ser muuuito bom *--* Já amei a capa e toda a historia
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oii, flor.
    Li só um pouquinho por cima a resenha para levar uma avalanche de spoilers... Kkk
    Tenho um certo interesse em ler essas obras e a sua opinião me deixou querendo muiiiito ler.
    Espero achar uma promo dos livros para adquirir.
    Beijos,
    Keth.
    Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. "Eu me fiz inteira. Eu sou o suficiente para mim.": que frase de impacto. Nossa, que heroína é essa e que jornada é essa que leva a essa constatação?!?!!? Faz um tempo significativo que não leio fantasia, nem terminei de ler "As crônicas do amor e ódio" acredita? E estava contando horas, minutos, segundos para ter o vol. 3 em mãos hahah... Mas fiquei de repente interessada nessa jornada que produz esse tipo de empoderamento.

    Uma Pandora e sua Caixa

    ResponderExcluir
  7. Não gosto muito de livros desse gênero, mas gostei bastante de ler sobre e que capa lindaaaa!

    Beijoss,
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu!!! Eu não li essa série, mas eu leio a resenha mesmo assim porque o jeito que vc faz me faz rir e ficar com vontade de ler hehehe eu adorei o gif e imagino vc em posição fetal hehehehehe E fico feliz que tenha tido um desfecho satisfatório pra vc!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    A capa me chamou atenção...essas cores me seduziram e sua resenha me fez ficar com vontade de começar a ler.
    Tá anotada a dica!!
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
  10. Oie Lu =)

    Conheço a série das resenhas que li aqui no seu blog, e confesso que a premissa me deixa bem curiosa. Não é uma série que pretendo ler de imediato, mas é aquela dica que está anotada para o futuro, ainda mais depois de saber que o final não decepciona.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  11. Oi Lu, tudo bom?
    Eu tenho o primeiro volume da série aqui comigo, comprei porque vi indicação no Tumblr e o Tumblr nunca erra. Vendo seus surtos com esse final, só confirma minha teoria de que vem coisa boa por ai!
    Só não li o 1 ainda porque quero ter os outros dois em mãos pra fazer isso; vou ver se encontro alguma promoção bacana na Bienal.
    AMO quando finais são maravilhosos; meu maior medo é pegar fechamento que não faz jus à história completa.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi,Lu

    Bom, esse livro é daquele gênero pelo wual não nutro amores, então dificilmente eu lerei. Quando as resenhas do primeiro começaram a sair eu até cogitei, mas depois não vi diferencial e perdi a vontade.
    Que bom que você achou o final digno. ;)

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)